Como cobrar, se posicionar, se promover e crescer como Designer ver no navegador
uilab.com.br
Aula 7
8 minutos de leitura
Gerenciando suas finanças profissionalmente

Aqui na UI Lab nós somos super regrados quando o assunto é gerenciar dinheiro. Desde criança sempre tivemos uma cabeça voltada a crescimento e a gerenciamento. E essa mentalidade nos ajudou — e continua ajudando — muito.

Lidar com dinheiro é uma das pedras nos sapatos de muita gente. Mas negligenciar essa parte é a receita certa para alcançar o fracasso mais rápido. Afinal, ninguém abre uma empresa pra ter prejuízo.

Nessa aula vamos abordar um pouco sobre crenças limitantes em relação a dinheiro, como separar as finanças pessoais e as da empresa, estabelecer seu pró-labore  e se é melhor usar uma tabela ou um app de gestão financeira para administrar o dinheiro que entra e sai.

Crenças limitantes

Não tem como falar de gerenciamento de dinheiro se você estiver cheio de crenças limitantes que não te fazem evoluir como profissional e nem em ganhar mais dinheiro.

Crenças limitantes, como o nome sugere, são crenças enraizadas profundamente na sua cabeça que te impedem de pensar de formas diferentes e te limitam na hora de evoluir. Essas crenças podem vir de diferentes lugares, mas é mais frequente adquiri-las por meio dos nossos pais ou outros membros da família pois tendemos a confiar mais na vivência deles, mesmo que elas não sejam boas ou saudáveis.

Há diversos exemplos de crenças limitantes por aí, como: "Eu odeio gente rica", ou "Eu nunca vou conseguir fazer X coisa", "Jamais vou conseguir cobrar R$10,000 por um freela" e por aí vai. Uma crença limitante é tudo aquilo que você mesmo coloca como barreira para o seu crescimento.

E como faço para me livrar dessas crenças limitantes? Não é fácil! Afinal, elas estão com você por tanto tempo que já fazem parte de como você enxerga o mundo. É provável que você nem perceba que elas existem. Mas também não é impossível! Nós não somos especialistas e nem queremos nos comprometer com o sucesso ou não dessa sua jornada, mas recomendamos o livro "Os Segredos da Mente Milionária" para você entender mais sobre o assunto e ter uma vida mais próspera.

Tarefa: liste todas suas crenças limitantes relacionadas a dinheiro e tente mudá-las aos poucos e com consistência.

O dinheiro da sua empresa não é o seu dinheiro!

Usar o dinheiro da sua empresa para pagar suas contas pessoais é uma prática que pode gerar inúmeros problemas tanto para sua empresa (CNPJ) quando para você (CPF). 

Se você possui MEI ou ME é necessário separar bem as contas da sua empresa com as suas contas pessoais. Um exemplo comum de acontecer é o Designer comprar equipamentos no cartão de crédito de pessoa física e depois pagar o boleto da fatura com a conta PJ. Como que você vai justificar esse gasto contabilmente? É complicado!

Outra situação comum é fazer diversos saques altos da sua conta PJ e não declarar para onde esse dinheiro está indo. Esses saques geram caixa para a empresa e dependendo do valor acumulado pode chamar a atenção da Receita Federal. Ela vai ver o saldo da sua conta PJ baixo mas o caixa da empresa com um valor alto e isso é um indicador estranho.  

Ok, mas se eu não posso usar o dinheiro da minha própria empresa como que eu vou pagar minhas contas? A melhor solução é definir um pró-labore pra você!

Não gaste o dinheiro da sua empresa!

Estabelecendo um pró-labore

O pró-labore é a forma que os sócios de uma empresa recebem seu "salário". Como os sócios não podem ser empregados de sua própria empresa e nem ter os mesmo benefícios que um funcionário normal, o pró-labore, que literalmente significa "pelo trabalho", é estabelecido para recompensar o trabalho feito na administração do seu negócio.

Na UI Lab nós temos um pró-labore para cada sócio e retiramos apenas esse valor mensalmente. Nosso "salário" não flutua de acordo com o faturamento. 

Caso você tenha uma ME (Micro Empresa)

Para você ter direito ao pró-labore é necessário que seu nome conste no contrato social como sócio da empresa. Desta forma, o salário dos sócios será interpretado contabilmente como um custo que sairá direto do caixa do seu negócio.

Como uma ME precisa de um contador, é ele que ficará responsável por emitir as guias de recolhimento de imposto e de contribuição social. Você só vai precisar pagá-las para estar em dia com a receita federal.

O valor do pró-labore é definido por você, então lembre-se: quanto mais dinheiro você tira como pró-labore, mais imposto você paga. Os impostos são GPS (Guia de Previdêncial Social) e INSS. Nos materiais complementares há um artigo explicando tudo isso com mais detalhes.

Um empreendedor de sucesso rsrs

Caso você tenha um MEI (Micro Empreendedor Individual)

Ser um MEI não exime você de ser responsável com o dinheiro da sua empresa. Essa categoria apenas flexibiliza e facilita a vida dos empreendedores, mas ainda é necessário fazer algumas coisinhas.

Como o limite do MEI é fixado em um faturamento de até R$81,000 anuais, o valor do seu pró-labore mensal precisa ser menor que R$6.750, que é o limite mensal para não exceder o valor anual da categoria. Dessa forma você retira um ótimo salário mas ainda mantém dinheiro em caixa para mostrar que sua empresa tem saúde financeira.

E uma vantagem do MEI é que você não precisa emitir as guias de GPS e INSS porque os impostos já estão inclusos na guia DAS que você paga mensalmente.

Atenção: caso seu faturamento ultrapasse o limite do MEI, você precisa mudar para ME e pagar os impostos relativos ao excedente.

Tarefa: liste todos os seus custos de vida e veja qual o valor necessário para você viver tranquilamente. Cruze esse dado com o faturamento da sua empresa e defina seu pró-labore. 

Se seu custo for muito alto, é hora de começar a rever seu estilo de vida ou trabalhar para aumentar seu faturamento.

Registrando suas finanças

Quando a gente não sabe para onde vai, acabamos indo para qualquer lugar. E muitas vezes não é um lugar muito agradável.

Ninguém abre um CNPJ para não dar lucro. Mas você só vai saber se está tendo lucro se souber registrar suas receitas e despesas. Caso contrário, você pode ter a falsa impressão de que sua empresa está indo bem mas na verdade ela está indo de mal a pior.

Aqui na UI Lab costumamos fazer algo mais simples: registramos todas as receitas e as despesas. Deixamos tudo categorizado e sub-categorizado para facilitar a nossa gestão.

Tabela ou App de Gestão Financeira?

Se você tem uma ME como a gente, talvez um app de gestão financeira seja a melhor opção para manter sua empresa em dia nas finanças. Durante o mês você você terá vários tipos de contas, impostos e guias para pagar e registrar.

No app que utilizamos nós temos a possibilidade de criar contas bancárias e de cartão de crédito. Dessa forma toda receita ou despesa é atribuída para o seu devido lugar.

Também somos capazes de criar categorias e sub-categorias, garantido uma organização muito maior.

O app também disponibiliza relatórios financeiros para você ter uma visão resumida de como está a saúde financeira do seu negócio. Isso é extremamente importante para saber se seu negócio está indo bem ou não.

Apps de gestão financeira que você pode testar: Organizze, Guia Bolsa, Conta Azul, Mobilis e ZeroPaper.

Desafio: comece a utilizar algum app de gestão financeira e cadastre todas as categorias e sub-categorias que fazem sentido para o seu trabalho. Gerencie todas as entradas e saídas do seu negócio.

Exemplos de categorias e sub-categorias que você pode utilizar:

Você pode começar com algumas categorias principais chamadas de: Receitas, Custos, Despesas Fixas e Despesas Variáveis. No exemplo a seguir tem um modelo mais completo que explica a diferença entre essas categorias.

Despesas Fixas

1. Contabilidade

2. GPS

3. Pró-labore

4. Aluguel

5. Assinatura Sketch App

6. Contabilidade

Despesas Variáveis

1. Impostos

2. Manutenção

3. Tarifas

4. Comissões p/ Funcionário

5. Marketing

6. Transporte

Receitas

1. Fees

2. Cursos

3. Consultoria

4. Mentoria

5. Comissões de Venda

Outros

Aqui você pode colocar outros tipos de despesas ou custos. Você também pode criar outras categorias que supram suas necessidades.

⚠️ 👨🏻‍🏫

Se surgir alguma dúvida e você for inscrito no Plano Intermediário 💎 ou Completo 🚀, basta responder esse email para receber meu suporte em até 24 horas de segunda à sexta.

Willian Matiola
Grande abraço!
Willian Matiola, Co-fundador da UI Lab
Instagram: @willianmatiola
UI Lab

Tv. Germano Magrin, 100 Ed. Pathernon Sala 501, Caixa Postal 136, Criciúma - Brasil

O melhor lugar para ser um UI Designer melhor!

⚠️Não receber mais emails (Unsubscribe) ⚠️