As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

Escrito por:

Gabriel Cavarettoe Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

Início de semana misto com domínio positivo para as bolsas asiáticas, com a de Tóquio subindo +0,03%, Xangai +0,20% e a de Hong Kong +0,40%, com a última contando com maior alívio após o chefe do Executivo local prometer suspender um polêmico projeto de lei sobre extradições que foi alvo de massivos protestos recentes pelo território. As demais movimentações vieram a partir de ganhos em setores específicos, enquanto não aparecem novidades no radar, com exceção da China que seguiu com a segunda fase de um corte da taxa de compulsório liberou cerca de 100 bilhões de iuanes (14,44 bilhões de dólares) em fundos de longo prazo.

Europa

Bolsas do velho continente começaram a semana com leve movimento de alta predominando, com Londres subindo +0,09%, Paris +0,13% e Frankfurt +0,04%. Apesar dessa leve alta inicial, as bolsas começaram a se movimentar de maneira mais pessimista. Hoje o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, fará observações preliminares na reunião anual de três dias da autoridade monetária da zona do euro em Sintra.

 

Economia nos EUA

--

Futuros operavam em alta as 08:00 de hoje, com Nasdaq +0,12%, Dow Jones +0,01% e S&P +0,03%.

 

Treasuries e VIX nos EUA – 08:00

Treasuries operavam em alta, com +1,73% para 2 anos, e +1,0% para 10 anos (2,115). Enquanto isso, o Vix futuro estava em +7,52% e CBOE vix em +2,55%.

Pela movimentação positiva dos futuros e dos yield, enquanto os indicadores volatilidade (vix) operavam também com ganhos, cenário inicial da bolsa norte-americana é mais confuso, indicando movimentação mais positiva, apesar da alta volatilidade.

 

Economia Nacional

Semana passada o índice de ações brasileiro fechou com leve alta de +0,21% em uma semana de altos e baixos, com o índice apenas se aproximando dos 100 mil pontos, mas não o atingindo. A semana foi mais afetada por fatores internos primeiramente, com as expectativas e o relatório em si da proposta da reforma da previdência sendo divulgado na quinta-feira.

Internamente, após a base do governo indicar que com alguns ajustes, a proposta da reforma poderia alcançar números próximos ao 1 trilhão de reais (economia em 10 anos desejado pelo ministério da economia), o ministro da economia, Paulo Guedes, demonstrou descontentamento principalmente pela retirada do projeto de capitalização, que seria para o mesmo a desistência do projeto da Nova Previdência.

A parte externa também contribuiu para a piora do humor do mercado, com desaceleração do crescimento econômico da China e dos EUA, questão comercial complicado entre essas duas potências e o atentado a navios petroleiros no Oriente Médio. Esse pessimismo se confirmou com a alta da relação dólar/real.

Política Nacional

Destaque para a renúncia de Joaquim Levy da presidência do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Essa decisão de Levy veio após Jair Bolsonaro, ameaçar publicamente demiti-lo se ele não afastasse um executivo do banco de fomento. A relação do ex-presidente do BNDES já vinha desgastada com o governo, principalmente por conta de discussões sobre a devolução de recursos ao Tesouro Nacional e a abertura de informações do banco com detalhes sobre financiamentos do passado.

Conheça Upside Advisory: Aconselhamento individualizado para seus investimentos em ações, fundos e renda fixa. Aumente seu patrimônio com Upside

Advisory Upside Investor

Recomendações Diárias Fundamentalistas

Bom dia investidor!

A semana parece começar um tanto turbulenta com cenário político em Brasília bastante tenso, com possível demissão do presidente do BNDES, Joaquim Levy

Hoje é um dia interessante para se iniciar as compras com preços em quedas, e revender nos próximos dias, quando a alta voltar

 

Bons negócios e um excelente pregão!

Recomendações fundamentalista

DJ Commodities em -0,03% as 08:00

Petróleo: descoberta de seis campos com capacidade de extração de 20 milhões de m³ por dia de gás natural (um terço da produção total brasileira) é a maior após o Pre-sal. A região dos campos fica em Sergipe e Alagoas e possui um potencial financeiro de 7 bilhões de reais ao ano.

Brent em -1,24% e WTI em -1,28% as 08:00desta manhã.

Na Europa (7:55) temos BP de Londres com -0,91%, Shell (AMS) variou em -0,88%, enquanto o fechamento de Petrochina foi de +0,14%.

Viés de alta, com expectativa de notícia dos seis campos animarem o mercado. (PETR4).

Minério:

Dólar estava +0,04% as 7:45, cotado a R$ 3,90.

Relação de dólar australiano com o norte-americano (AUS/USD) variou em -0,05%.

Na Europa (bolsa de Londres), Anglo American com -0,57%, Rio Tinto em -0,06% e BHP em +0,53%, as 7:56.

Viés de baixa moderada, em dia ruim dos indicadores internacionais, pares em baixa, como e relação AUS/USD e queda de -2,47% do minério de ferro negociado na China (VALE3/BRAP4).

Siderurgia:

Em Londres, ArcelorMittal em -0,41% (07:45). Na Ásia, Nippon Steel, do Japão, fechou variando -0,63%, enquanto na China Hesteel e Baoshan fecharam em +0,63% e +0,67%, respectivamente.

Viés baixa moderada, em dia misto nos pares, mas com queda dos preços do vergalhão de ferro e forte movimento de baixa iniciado na sexta-feira passada (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp:

Dólar estava +0,04% as 7:45, cotado a R$ 3,90.

Pulp & Paper Index Price variou -0,76%, fechando a 509,37.

Dos principais pares, o japonês Oji Paper variou -0,83%, enquanto os pares europeus Stora Enso estava em -0,84% e UPM em -0,02%, as 8:50.

Para hoje, acreditamos no viés de baixa moderada, pelas referências internacionais negativas e movimento interno com pouca clareza (SUZB3/KLBN11).

Bancos:

Viés de baixa moderada, com tendência do setor ainda estar de baixa e possível pressão da saída de J. Levy poder impactar o mercado como um todo (BBAS3/ITUB4/BBDC4)

 

 

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Shin Lai declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar