As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

 

Escrito por:

Gabriel Cavaretto, Ricardo Walendorff e Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

 

Ásia

Bolsas asiáticas fecharam o dia em baixa generalizada, em dia de pouca novidade interna nos países, seguindo assim apenas o temor com a desaceleração da economia mundial (embasada pelas projeções de menor crescimento feito pelo FMI) e principalmente pela desaceleração chinesa, informada ontem. Hong Kong fechou com -0,7%, Xangai com -1,18 e Tóquio com -0,47%, com este último influenciado pela valorização do iene.

 

Europa

Com a aproximação da data da saída oficial do Reino Unido da União Europeia, dia 29 de março, a primeira-ministra britânica Theresa May segue tentando angariar maior concordância com o parlamento britânico após a forte derrota na votação do plano de Brexit fechado por ela. Mesmo sem um acordo provável (já apresentada uma proposta “neutra e sujeita a emendas”), May segue tentando achar um consenso interno para renegociar com a UE antes da data final e evitar uma saída sem acordo.

--

Mercados europeus seguiram a movimentação asiática, abrindo o dia em queda generalizada, também pela preocupação com o crescimento econômico mais fraco no mundo, sobretudo na Europa, enquanto os investidores se mantêm de olho no fórum em Davos que inicia hoje e nos desdobramentos do Brexit. Londres estava em -0,6% na abertura, Frankfurt em -0,39% e Paris em -0,48%.

Com a divulgação dos dados de emprego e de rendimentos acima do esperado no R. Unido, bem como a expectativa de dados para as Perspectivas Econômicas na UE e Alemanha, por volta das 8 horas, as bolsas buscavam alguma recuperação.

 

Economia nos EUA

Hoje teremos a divulgação dos dados referentes a Venda de Casas Usadas em dezembro, parte importante da economia norte-americana, sendo que se espera dados indicando piora.

Destaque para divulgações trimestrais desta terça-feira, das quais destacamos as empresa: Caterpillar, iRobot, 3M, MCDonalds, Biogen, United Technologies, Harley Davidson, Corning, Hawajian e Capital One.

--

Futuros operavam em baixa as 7:45h de hoje, com Nasdaq -0,75%, Dow Jones -0,53% e S&P -0,58%.

 

Treasuries e VIX nos EUA – 7:45

Treasuries operavam em baixa, com -0,48% para 2 anos, e -0,9% para 10 anos (2,757). Enquanto isso, o Vix futuro estava em +0,76% e CBOE vix em +3,65%.

Pela movimentação mais negativa dos futuros e dos yield, enquanto os indicadores volatilidade (vix) estavam em alta, cenário de abertura da bolsa norte-americana é de maior tensão, como o resto das bolsas mundiais.

 

Economia Nacional

O Estado de Goiás decretou ontem o estado de calamidade financeira nas contas públicas por 180 dais e espera a aprovação na Assembleia Legislativa. Goiás é o segundo estado a declarar tal estado em 2019, sendo que Mato Grosso o fez na semana precedente. Estes entraram para uma lista que possui RJ, MG e RS.

Política Nacional

Em breves pronunciamentos em Davos, Bolsonaro disse que mostrará para o mundo que o Brasil mudou, que não terá mais o “viés ideológico” afetando as relações comerciais e de investimentos, além de procurar demonstrar que o país está tomando medidas para ser merecedor da confiança dos investidores.

--

Enquanto segue como presidente em exercício por causa da viagem de Bolsonaro, Hamilton Mourão afirmou que a proposta da Reforma da Previdência será apresentada apenas após as eleições da Câmara e do Senado. Afirmou também que militares devem contribuir em alguns critérios para a reforma, como seria o caso de tributação daqueles que recebem pensão e aumento do tempo de serviço.

Respondendo as perguntas, Mourão ainda afirmou que não acredita que as denúncias envolvendo Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) deverão afetar a governabilidade do presidente Bolsonaro, nem atrapalhar na Reforma da Previdência.

--

Simone Tebet (MDB-MS) oficializou ontem a sua candidatura para disputar a preferência da bancada do partido para a presidência do Senado. A senadora é vista como “plano B” do MDB, pois Renan Calheiros é considerado um parlamentar de pouca afinidade com o governo Bolsonaro.

Recomendações Diárias Fundamentalistas

Mercados internacionais e investidores estão avessos ao risco em grande parte dos mercados internacionais

Os futuros do Ibovespa seguem esta tendência e apontam para ligeira queda de -0,14%

Em NY o tom dado pelos futuros possuem expectativa de queda maior -0,8%

As principais commodities como o petróleo também são negociadas no campo negativo de -2% no preço do barril Brent

As reversões de altas devem começar nos próximos dias, as quedas podem ser oportunidades para posicionamento

Recomendações fundamentalista

DJ Commodities em -0,93% as 7:45

Petróleo: governo federal indicou o professor Nivio Ziviani para o cargo de membro do Conselho de Administração da Petrobras e agora passará pelos procedimentos internos de governança coorporativa. Nivio tem perfil técnico ligado a tecnologia da informação e apresenta “destaque acadêmico e empreendedor”.

Brent em -1,31% e WTI em -1,17% as 7:45 desta manhã.

Na Europa (7:46) temos BP em -1,05%, Shell em -1,49% e fechamento de Petrochina com -0,95%.

Viés de baixa moderada, com movimentação predominantemente negativa no exterior e pouca novidade interna que leve a alta (PETR4).

Minério:

Dólar estava -0,09% as 7:45, cotado a R$ 3,7551, após fechar ontem em R$ 3,7535 (+0,09%).

Na Europa (bolsa de Londres), Anglo American com -0,72%, Rio Tinto em -1,63% e BHP em -1,76%, as 7:48.

Viés de baixa, mediante a poucas novidades internas, queda generalizada externamente e baixa de -1,3% do minério na China (VALE3/BRAP4).

Siderurgia: ontem foi divulgado que a produção de aço bruto no país fechou dezembro de 2018 com 2,6 milhões de toneladas, o que representa uma queda de -6,3% na comparação anual. Também foi apurado a queda de 3,2% das vendas em território nacional e de recuo de 1,9% do consumo de produtos siderúrgicos.

Em Londres, ArcelorMittal em -1,71% (7:51). Na Ásia, tivemos o fechamento de Nippon Steel com -1,32%, Hesteel -0,32% e Baoshan -1,7%.

Viés baixa, com notícias de produção e vendas ruins para as siderúrgicas nacionais (deve influenciar nos fechamentos trimestrais) e exterior em queda na parte do acionário e nos preços dos futuros do vergalhão de aço na Ásia (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp:

Dólar estava -0,09% as 7:45, cotado a R$ 3,7551, após fechar ontem em R$ 3,7535 (+0,09%).

Pulp & Paper Index Price fechou o dia com leve baixa de -0,66%, atingindo 539,74.

Dos principais pares, o japonês Oji Paper fechou em -0,96%, enquanto os pares europeus Stora Enso estava em +1,94% e UPM em +2,2%, as 7:52.

Para hoje, acreditamos no viés de alta moderada, pela movimentação dúbia externa, enquanto a tendência é de alta internamente, principalmente por estarmos passando por um período de maior tensão. (SUZB3/KLBN11).

Bancos:

Viés de baixa moderada, pelo viés pessimista vindo do exterior e pouca novidade interna. (BBAS3/ITUB4/BBDC4).

 

Varejistas (BTOW3/MGLU3/LAME4/VVAR3): com a notícia de que a Amazon estaria prestes (próximas semanas) a ampliar suas atividades no Brasil, partindo para vendas diretas, ao invés de ser apenas a intermediária. Com o risco da gigante mundial, as principais ações do setor caíram fortemente, com destaques para as duas de maior relação pelas vendas online, a Magazine Luiza e B2W.O viés de baixa sobre as ações deve continuar

CRFB3 – Carrefour divulgou que suas vendas consolidadas do quarto trimestre de 2018 atingiram a cifra de 15,8 bilhões de reais, indicando um crescimento de 10,2%, o primeiro trimestre de dois dígitos desde 2016. Viés de alta.

Sonae Sierra (SSBR3) recebeu nota de crédito de AA+ da Fitch Ratingg, a nota que na nossa visão é positiva foi justificada por gestão: financeira conservadora, e caracterizado por apresentar adequada liquidez, gerenciável perfil de amortização da dívida com baixo custo e adequada flexibilidade financeira, beneficiada por robusta cobertura das dívidas sem garantias em função dos ativos desonerados.Viés de alta

 

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Ricardo Walendorff declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar