As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

Escrito por:

Gabriel Cavaretto, Ricardo Walendorff e Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

Destaque apenas para Índice de Atividade Industrial Terciária mensal no Japão, que trouxe fraca alta de +0,1% (expectativa de +0,1%).

Em meio as ameaças dos EUA, o governo chinês prometeu retaliar e “tomar medidas preventivas para proteger os interesses legítimos”.

Com o resultado e a pressão comercial que persiste, mercados asiáticos fecharam majoritariamente em baixa, com exceção de Japão que contou com a moeda mais fraca e Taiwan, com fornecedora da Apple em destaque. Da ponta negativa, a bolsa de Hong Kong entrou num local “bear market”, após acumular 20% de queda ou mais em comparação a um pico recente.

 

Europa

Payroll não agrícola na França, com 0,0% para o segundo trimestre (trimestral), enquanto a expectativa era de +0,2%.

No R. Unido com informações sobre o mercado de trabalho. Rendimento Semanal Médio com Bônus (jul) apresentou melhor de +2,6% (expectativa de +2,5%). A Variação no nº de Desempregados (ago) e a Taxa de Desemprego (jul) foram, 8,7 mil (expectativa de 10 mil) e 4% (expectativa de 4,0%), respectivamente.

Na Alemanha, Índice ZEW de Condições atuais e Percepção Econômica, ambos para setembro. O primeiro apresentou alta para 76 (expectativa de 72,0) e o segundo com -10,6 (expectativa de -14).

Por fim, na Zona do Euro foi divulgada a Variação de Emprego para o segundo trimestre (trimestral), com +0,4% (expectativa de +0,4%), e a Percepção Econômica, que tinha expectativa de -10,9 e veio em -7,2.

Com estes resultados iniciais relativamente mais positivos e fechamento asiático, principais bolsas europeias abriram dúbias, com Frankfurt e Paris apresentando alta de +0,23%, enquanto Londres caia -0,22%.

 

Economia nos EUA

Para esta terça-feira, teremos a Ofertas de Emprego JOLTs (Job opennings), que auxiliam principalmente no entendimento de órgãos nacionais como o FED, que decide a trajetória dos juros e deve seguir a mesma trajetória do último Payroll positivo. A expectativa é de 6,646 milhões (anterior 6,662 milhões).

Futuros operavam em baixa as 7:45h de hoje, com Nasdaq -0,19%, Dow Jones -0,34% e S&P -0,20%.

 

Treasuries e VIX nos EUA – 7:45

Treasuries operavam em alta, com +0,46% para 2 anos, e +0,62% para 10 anos (2,955). Enquanto isso, o Vix futuro estava em +1,09% e CBOE vix em +1,55%.

Pela movimentação negativa dos futuros, enquanto yield e indicadores volatilidade (vix) seguem em alta, cenário de abertura da bolsa norte-americana é confuso, apesar de dominância de movimentação indicativos de tensão.

 

Economia Nacional

Economia nacional

Semana passada, até a terceira sessão de setembro, o investidor estrangeiro já tinha retirado 138,75 milhões de reais da bolsa brasileira. Investidores pessoa física também reduziram, enquanto o segmento institucional apresenta acumulado mensal positivo.

Hoje teremos a divulgação da primeira prévia do IGP-M de setembro, que apresenta estimativa de +0,85%, superior a última de +0,7%.

 

Política Nacional

Ontem a noite foi divulgada a última pesquisa Ibope para o estado de SP, apontando Bolsonaro mais forte na ponta das intenções de votos, com 23% (crescimento de 1 ponto), seguido de Alckmin com 18% (crescimento de 3 pontos), Ciro com 11%, Marina com 8% e Haddad com 7%.

Também tivemos a divulgação do Datafolha (nacional) nesta segunda-feira. Bolsonaro também segue na ponta, com 24% (crescimento de 2 pontos), seguido por Ciro Gomes com 13% (crescimento de 3 pontos), Marina com 11% (retração de 5 pontos), Alkmin com 10% (crescimento de 1 ponto) e Haddad com 9% (crescimento de 5 pontos).

Considerando a não prorrogação do prazo dado pelo TSE, o PT tem até as 19h desta terça-feira para substituir o ex-presidente Lula. Se não houveram mudanças, o candidato do partido será Haddad, contando com Manuela D’Ávila do PCdoB como vice.

A facada ao candidato  Bolsonaro indica que houve pouco impacto na pesquisa do Datafolha. Mostra que ele continua na frente agora com 24% ante 22% das intenções mas nada de uma expressiva intenção de votos para ele. O discurso da 'comoção nacional' parece que não pegou. O detalhe importante é que o índice de rejeição do candidato continuou alto, em 43%.
Não é só isso, quando se considera o segundo turno, qualquer que seja a simulação com outros candidatos, Bolsonaro é derrotado.
Ao que tudo indica, o segundo turno ficará entre os nomes Alckmin, Ciro, Haddad e Marina.

Acreditamos que a Bolsa ficará novamente de lado, por conta do resultado das campanhas.

Recomendações Diárias Fundamentalistas

DJ Commodities em +0,10% as 7:45

Petróleo: ontem a Petrobras informou que extinguirá a função de diretor adjunto de Governança e Conformidade e será submetida à avaliação dos órgãos competentes da companhia. Essa decisão já era prevista para final de 2019, mas foi antecipada pelas diversas melhoras de controle interno, governança coorporativa, governança societária e outros pontos.

Hoje também teremos o Petróleo Bruto Semanal API, as 17:30, que semana passada trouxe impactos positivo para as empresas, pois foi apurado uma boa redução, com saldo de -1,20 milhões

Como o resultado virá no final do dia e com notícias positiva, embora não muito impactante, acreditamos que ações seguirão o “recado positivo” interno, mas sem abandonar a dinâmica externa.

Brent em +0,79% e WTI em +0,40% as 7:45 desta manhã.

Na Europa (7:20) temos BP em -0,30%, Shell +0,02% e Petrochina fechando em +0,73%.

Viés de alta moderada (PETR4).

Minério: sem notícias para o setor, ações devem absorver movimentação internacional, juntamente com desempenho do dólar e do minério em si.

Minério de ferro fechou em -0,50%, 495,50, na China.

Dólar estava 0,00% as 7:45, cotado a 4,09, após alta de 0,65% no dia de ontem.

Na Europa, Anglo American com -1,95%, Rio Tinto em -0,63% e BHP em -1,76%, as 7:25.

Viés de baixa, sem mudanças de setor interno e queda de pares internacionais (VALE3/BRAP4).

Siderurgia: sem novidades relevantes para o setor de maneira geral, ações devem seguir movimentação geral da bolsa nacional e principalmente os pares internacionais.

Em Londres, ArcelorMittal em +0,68% (7:30). Pares na Ásia, Nippon Steel -2,14% e Hesteel -0,68%.

Viés baixa moderada, com movimento mais negativo no exterior e nenhuma mudança relevante interna (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp: sem novas notícias e resultados para o setor, ações devem seguir movimentação internacional e as expectativas para o dólar e as empresas em si.

Dólar estava 0,00% as 7:45, cotado a 4,09, após alta de 0,65% no dia de ontem.

Pulp & Paper Index Price fechou em -3,34%, 605,35.

Par asiático Oji Paper em -0,38% e par europeu Stora Enso em -0,92% as 7:33.

Viés de baixa, seguindo movimentação externa e pouca mudança interna (SUZB3/FIBR3/KLBN11).

Bancos: pesquisa realizada pelo Procon de SP em 4 de setembro mostra que taxa média de juros sobre o cheque especial apresentou alta para 13,195 ao mês, sendo puxado pelo aumento do banco Safra. No crédito pessoal, não houve mudanças, continuando com a média de 6,28% ano mês.

Viés indefinido, com nenhum impacto relevante indicado para o setor ou para a bolsa de maneira geral (BBAS3/ITUB4/BBDC4).

Extra 1: AZUL4 – A companhia aérea Azul anunciou ontem que o tráfego de passageiros aumento 21,5% na comparação anual, frente a um aumento de 20,3% da capacidade, fechando assim uma taxa de ocupação de 82,4%. Outro destaque da empresa é que ela continua como a mais pontual do Brasil, com 86,8% de pontualidade (FlightStats). Viés positivo para as ações.

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

0

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Ricardo Walendorff declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar