As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

 

Escrito por:

Gabriel Cavaretto, Ricardo Walendorff e Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

Tivemos a divulgação da variação de outubro das Vendas no Varejo(out) no Japão, sendo de +3,5% (expectativa de +2,6%). Também foi divulgado o montante de Investimentos Estrangeiros em Ações japonesas, atingindo -195,08 bilhões, após a piora melhora para -179,2 bilhões na semana passada.

Mercados asiáticos fecharam o dia em movimentação mista, parcialmente afetados pela movimentação positiva generalizada com novas sinalizações do presidente do Fed (Powell), expectativas para o encontro do G20 de amanhã, que resultará na reunião entre EUA e China. A bolsa de Tóquio fechou em +0,79%, mesmo com o iene ganhando força, enquanto Xangai e Hong Kong deram mais importância aos fatores negativos, fechando em -1,32% e -0,87%.

Europa

Na França, foi divulgada a variação dos Gastos dos Consumidores de outubro, sendo a variação mensal de +0,8% (expectativa de recuperação para +0,5%). Também tivemos as prévias do PIB do terceiro trimestre, com variação trimestral de +0,4% (expectativa de +0,4%) e anual de +1,4% (anterior a 1,5%).

Na Alemanha, variação do Desemprego de novembro, apurando 5% (expectativa de manter em 5,1%), o que representa 2,276 milhões, que sem ajuste sazonal, seriam 2,186 milhões.

No R. Unido, destacamos o Crédito ao Consumidor vindos do BoE, atingindo 0,894 bilhão (expectativa de aumento 1 bilhão), o volume de Aprovações de Hipotecas de outubro, contabilizando 67,09 mil (expectativa de 64,55 mil milhões) e os Empréstimos Líquidos a Indivíduos, com saldo de 5 bilhões (expectativa de 4,5 bilhões).

Para a zona do euro, tivemos o discurso do presidente do BCE no início do dia. Na parte econômica, foi divulgada a Confiança de Empresas e Consumidores de novembro, sendo de 109,5 (expectativa de piora para 109), Clima de Negócios para novembro, apresentando o resultado de 1,09 (expectativa de piora para 0,96), Confiança do Consumidor para novembro, contabilizando -3,9 (expectativa de manter em -3,9), Confiança de Serviços de novembro em 13,3 (expectativa de 13,1), e Confiança Industrial de novembro, apurando 3,4 (expectativa de piora para 2,5).

Mercado europeus começaram com os pregões em alta generalizada, influenciados também pela movimentação positiva mundial com a fala de Powell na quarta-feira. Das principais bolsas, Frankfurt e Paris abriram com grande gap de alta, por isso estavam respectivamente (na abertura) em -0,08% e 0%, enquanto Londres (sem gap) abriu em +0,43%. Durante a produção deste relatório, todas as três principais bolsas apresentavam piora no desempenho.

Ainda durante o dia, as 10 horas nacionais serão divulgadas as prévias do IPC mensal e anual para novembro na Alemanha, tendo também os preços harmonizados.

Economia nos EUA

Ontem o grande destaque do dia foi o discurso do presidente do Fed, Jerome Powell, que após indicativos de alta mais enfática dos juros, mudou o tom para uma alta mais moderada e com data final. Segundo Powell, a taxa de juros dos EUA estaria se aproximando ao nível neutro, ou seja, quando os juros não estimulam nem freiam o andamento da economia. Após esta declaração, ações e contratos futuros saltaram.

Analistas indicam que Powell deu a Trump o que ele queria, lembrando das fortes críticas recentes ao presidente do Fed nas últimas semana e principalmente na semana atual.

--

As 10:30, teremos os números de Pedidos Iniciais e Contínuos por Seguro-Desemprego, com melhora da expectativa para o primeiro e para o segundo, esperando 220 mil para o primeiro e 1.664 mil para o segundo. No mesmo horário, destaque para o PCE (Pesonal Consumption Expenditure) Deflator, as 10:30, que é um dos principais indicadores visualizados pelo Fed para tomar suas decisões, com expectativa de variação mensal de 0,2% e 2,1% no anual. Também as 10:30, as variações de Renda Pessoal, Gastos Pessoais e Consumo Pessoal Real, com todos para outubro, que vem apresentando crescimento mais estável.

Ainda hoje, no meio da tarde, as 16 horas, serão divulgadas as atas da reunião do FOMC, que é o Comitê Federal do Mercado Aberto nos EUA. As atas são importantes para os investidores entender com mais detalhe, as informações sobre a última reunião relacionada aos juros do país.

--

Futuros operavam em baixa as 7:45h de hoje, com Nasdaq -0,54%, Dow Jones -0,29% e S&P -0,3%.

Treasuries e VIX nos EUA – 7:45

Treasuries operavam em baixa, com -0,66% para 2 anos, e -1,12% para 10 anos (3,01). Enquanto isso, o Vix futuro estava em +1,59% e CBOE vix em 0,00%.

Pela movimentação negativa dos futuro e dos yield, enquanto os indicadores volatilidade (vix) operavam em dominância positiva, cenário de abertura da bolsa norte-americana é ruim, com perspectivas negativas mediante a correção para a alta de ontem e expectativas com o G20

 

Economia Nacional

Pelo terceiro dia consecutivo, o Banco Central informou ontem que nesta quinta-feira serão leiloados novos lotes de dólar, sendo esperado 1,25 bilhões de dólares. Os leilões continuam mesmo o dólar acumulando duas quedas consecutivas, indicando assim, maior preocupação em se manter o câmbio mais controlado, talvez abaixo de 2,80.

Hoje tivemos os resultados o IGP-M de novembro, apresentando variação mensal de -0,49%, baixo das expectativas de retração de -0,47%. Ainda teremos a divulgação da taxa oficial de Desemprego nacional, por volta das 8 horas da manhã. O desemprego vem caindo em bom andamento desde a última alta de abril, sendo apurado no mês anterior a taxa de 11,9%, menor patamar desde janeiro deste ano

Política Nacional

Dando um balde de água fria nos investidores de Petrobras, o Senado nacional adiou a votação do projeto da cessão onerosa, sendo justificado novamente pela falta de acordo na partilha dos royalties com os estados e municípios. Segundo o presidente do Senado, a votação deve ficar para o próximo mês (semana que vem).

--

Em meio a nomeação de integrantes para o seu governo, Bolsonaro afirmou que terá 22 ministérios, sete a mais dos 15 previstos em campanha. O próximo presidente tem atendido a bancadas nas escolhas de alguns ministérios, na busca de apoio para votações no parlamento brasileiro. Mesmo superando o número desejado, Bolsonaro trará uma redução de 7 ministérios.

--

Ontem o futuro ministro da Cidadania, Osmar Terra (MDB-RS) afirmou que Bolsonaro cumprirá com a promessa de campanha de pagar 13º para os benificiários do Bolsa Família, pois deve haver espaço no orçamento, mediante a eliminação da fila de espera nos últimos anos.

--

Hoje Bolsonaro se reunirá com o assessor de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Bolton. O assessor ressaltou a conversa de Trump com o brasileiro após o final das eleições e acredita que a relação bilateral entre os países poderá alcançar um novo nível

Recomendações Diárias Fundamentalistas

Recomendações fundamentalista

O pregão desta quarta aponta para uma queda de -0,16%. Acreditamos que pode haver uma reversão no Ibovespa, já que os futuros americanos apontam para ligeira alta ao redor de +0,32% (S&P 500) 

DJ Commodities em -0,49% as 7:45

Petróleo: o discurso de Powell, a expectativa com o encontro do G20 na sexta-feira e a  reunião da OPEP na próxima semana, ajudaram a segurar a cotação do petróleo acima dos 50 dólares, mas segunda analistas se a movimentação continuar, existe uma boa possibilidade de quedas dos preços nos EUA para algo próximo a 48 dólares, principalmente pelas altas dos estoques.

Brent em -1,44% e WTI em -0,99% as 7:45 desta manhã.

Na Europa (7:34) temos BP em -0,5%, Shell em -0,77% e fechamento de Petrochina com -0,66%.

Viés de baixa, hoje a movimentação para o setor vai na contramão de ontem, com exterior negativo e perspectivas de atraso com a votação da cessão onerosa (PETR4).

Minério:

Minério de ferro fechou a 456,5 na China, com variação de +1,05%.

Ontem o dólar apresentou a nova queda (-0,72%), fechando em R$ 3,85. Hoje, o dólar variava +0,0% as 7:45, cotado a R$ 3,85.

Na Europa (bolsa de Londres), Anglo American com +2,35%, Rio Tinto em +1,77% e BHP em +1,77%, as 7:36.

Viés de alta, com recuperação indicada ontem e exterior positivo para as mineradoras (VALE3/BRAP4).

Siderurgia:

Em Londres, ArcelorMittal em +2,39% (7:37). Na Ásia, tivemos o fechamento de Nippon Steel com -0,02%, Hesteel -1,99% e Baoshan -2,19%.

Viés alta moderada, com dia misto no exterior, mas com contratos de vergalhão de aço em alta na Ásia (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp:

Ontem o dólar apresentou a nova queda (-0,72%), fechando em R$ 3,85. Hoje, o dólar variava +0,0% as 7:45, cotado a R$ 3,85.

Pulp & Paper Index Price fechou o dia com leve baixa de -0,66%, atingindo 566,37.

Dos principais pares, o japonês Oji Paper fechou em -1,75%, enquanto os pares europeus Stora Enso estava em +1,43% e UPM em +1,3%, as 7:38.

Ontem as ações do setor surtiram efeito da queda do dólar, desta maneira, acreditamos no viés de baixa moderada, pela possibilidade de novas quedas do dólar com a intervenção do BCB (SUZB3/FIBR3/KLBN11).

Bancos:

Viés de baixa moderada, com possibilidade de seguir um dia mais difícil vindo de NY, influenciado pelas expectativas para o G20 e correção da alta de ontem, além de pouca mudança positiva internamente (BBAS3/ITUB4/BBDC4).

Extra 1: Copel, a elétrica paranaense, informou na quarta-feira que o BNDS liberou 674 milhões de reais para projetos da companhia, o empreendimento Eólico Cutia (513 milhões) e a Usina Hidrelétrica Baixo Iguaçu (161 milhões)

Confiança da Indústria voltou a subir pela primeira vez após 6 meses.

Este indicador é positivo para ações do setor industrial como Romi (ROMI3), Gerdau (GOAU4/USIM5), Iochpe Maxion (MYPK3), Tupy (TUPY3)

Cemig (CMIG4) e Light (LIGT3) a Cemig mencionou que pretende manter seu plano de venda da participação na carioca Light. Além disso, a estatal mineira reapresentou seus balanços com lucro de R$ 244 mi, ante R$ 95 mi da publicação anterior. Acreditamos que um processo de privatização e portanto de melhoria da eficiência pode estar em andamento, fator positivo para uma alta dos papéis.

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Ricardo Walendorff declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar