As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

 

Escrito por:

Gabriel Cavaretto, Ricardo Walendorff e Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

Bolsas asiáticas fecharam o primeiro dia da semana em alta generalizada, com destaque de Xangai em +0,72%, Hong Kong em +0,82% e Tóquio em +2,44%. Internamente, não houveram mudanças relevantes com relação a semana passada, desta forma os investidores seguiram o otimismo de sexta-feira vindo dos EUA. O maior destaque interno vem da expectativa para o encontro entre os representantes comerciais dos EUA e da China para uma nova rodada de diálogo comercial que deverá durar hoje e amanhã.

 

Europa

As principais tensões da Europa continuam. Enquanto na França os manifestantes “coletes amarelos” continuam a protestar de maneira cada vez mais “ofensiva e perigosa”, como o que ocorreu neste último sábado quando utilizaram uma empilhadeira para forçar a entrada em um complexo ministerial, no R. Unido saem notícias de que se ocorresse um novo plebiscito, os britânicos votariam para ficar na UE. Theresa May, primeira-ministra britânica, afirmou no final de semana que segue trabalhando para conseguir aprovar o acordo e conseguir apoio e garantias da UE.

Mesmo com o noticiário não muito positivo, o acionário europeu seguiu a movimentação positiva asiática, abrindo em alta generalizada, com Londres em 0,17%, Frankfurt em +0,43% e Paris em +0,46%. Londres tem menores ganhos por ser a mais robusta e ainda ter maiores instabilidades políticas internas.

Nesta manhã, tivemos dados positivos para a economia alemã com bons resultados das vendas no varejo (nov) e dados positivo ligados a confiança do investidor e as vendas no varejo na UE, mas mesmo assim, as bolsas inverteram sua movimentação, apresentando boa desvalorização por volta das 8 horas.

 

Economia nos EUA

Na sexta-feira tivemos uma boa movimentação das bolsas de N. York, em meio ao otimismo gerado com o Payroll e declarações do presidente do Fed de que os bons resultados recentes do mercado de trabalho não vêm afetando a inflação norte-americana, o que deverá deixar a alta dos juros mais leve.

--

Segundo o chefe de gabinete da Casa Branca, Mick Mulvaney disse que há possibilidade de oferecerem a possibilidade de construção de uma cerca de aço no lugar do muro de concreto, o que deixaria mais barato a construção, agradando, mesmo que parcialmente, ambas as partes. Os EUA já entram na terceira semana de paralização.

--

Trump anunciou pela seu perfil no Twitter que as forças de segurança dos EUA teriam conseguido matar um dos líderes da rede terrorista Al Qaeda, Yamal al Badawi. Notícias positivas contra grupo terroristas, em alguns momentos, animam os norte-americanos e por isso, pode haver alguma repercussão no acionário.

--

Futuros operavam em leve baixa as 7:45h de hoje, com Nasdaq -0,21%, Dow Jones -0,08% e S&P -0,16%.

 

Treasuries e VIX nos EUA – 7:45

Treasuries operavam em baixa, com -0,1% para 2 anos, e -0,74% para 10 anos (3,639). Enquanto isso, o Vix futuro estava em +3,18% e CBOE vix em +5,61%.

Pela movimentação negativa dos futuros e dos yield, enquanto os indicadores volatilidade (vix) apresentavam alta, cenário de abertura da bolsa norte-americana é de domínio pessimista, após fechar com boa movimentação na semana passada.

Economia Nacional

Economia nacional

O mercado financeiro nacional fechou a primeira semana do ano bem otimista com o novo governo, deixando de lado as preocupações externas que atrapalharam as ações, apesar do bom fechamento do acionário norte-americano.

Nos três dias de negociação, o Ibovespa fechou a semana com alta acumulada de +4,5%, seguindo o otimismo. Já o dólar, seguindo a tendência histórica de cair quando a bolsa sobe, acumulou baixa de -4,27% na semana passada, fechando a R$3,71, cotação próxima do esperado por muitos analistas (apesar de ter chegado a este patamar muito rapidamente). Outro ponto positivo para as ações foi a alta do preço do petróleo, que impulsionou ainda mais as ações de Petrobras.

--

Destaque de dados apenas para o Boletim Focus (8:30), trazendo as novas expectativas para a economia nacional adaptando os acontecimentos recentes.

Política Nacional

Como maior destaque no fechamento da semana passada, tivemos as declarações de Bolsonaro para o aumento do IOF e depois Onyx informando que o presidente havia se equivocado. Segundo o Ministro da Casa Civil (Onyx), Bolsonaro assinou a prorrogação de incentivos à Sudam e Sudene e terão impacto apenas para 2020, por isso não havia a necessidade de aumento de impostos para o atual orçamento.

Recomendações Diárias Fundamentalistas

O Ibovespa futuro aponta para um pregão de ligeira alta +0,23%.

As bolsas americanas indicam que o pregão será de pequena queda -0,21%

As commodities de energia como o petróleo são negociadas em alta, com Brent e WTI acima dos +2%. Isto deve dar o tom positivo para Petrobras, podendo ajudar na reversão positiva para o Ibovespa

Recomendações fundamentalista

Recomendações fundamentalista

DJ Commodities em +0,54% as 7:45

Petróleo:

Brent em +2,38% e WTI em +2,13% as 7:45 desta manhã.

Na Europa (7:45) temos BP em -0,83%%, Shell em -0,62% e fechamento de Petrochina com +0,41%.

Viés de baixa moderada, com poucas novidades e acionário misto externo e possibilidade de alguma correção interna (PETR4).

Minério:

Dólar estava -0,02% as 7:31, cotado a R$ 3,7144, após a semana passada fechar em R$ 3,7134.

Na Europa (bolsa de Londres), Anglo American com +0,67%, Rio Tinto em +0,4% e BHP em +0,44%, as 7:29.

Viés de alta, com expectativa de seguir a boa recuperação do acionário no exterior, juntamente com a alta de 1,76% do minério na China (VALE3/BRAP4).

Siderurgia:

Em Londres, ArcelorMittal em +1,3% (7:47). Na Ásia, tivemos o fechamento de Nippon Steel com +3,36%, Hesteel +1,03% e Baoshan +0,92%.

Viés alta, pelo setor externo estar se movimentando positivamente (acionário e do valor do aço na Ásia) e pouca mudança interna relevante (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp:

Dólar estava -0,02% as 7:31, cotado a R$ 3,7144, após a semana passada fechar em R$ 3,7134.

Pulp & Paper Index Price fechou o dia com leve baixa de +3,48%, atingindo 513,54.

Dos principais pares, o japonês Oji Paper fechou em +3,56%, enquanto os pares europeus Stora Enso estava em +0,86% e UPM em +0,65%, as 7:49.

Para hoje, acreditamos no viés de alta moderada, pelo ganho dos pares internacionais e pouca mudança interna (SUZB3/KLBN11).

Bancos:

Viés de baixa moderada, por acreditarmos que a abertura negativa dos EUA e os fortes ganhos da semana passada levem a alguma correção. (BBAS3/ITUB4/BBDC4).

Construção Civil

Novo presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães mencionou sua intenção de encolher o banco. A Caixa é o grande financiador do mercado imobiliário nacional, portanto, as ações do setor imobiliário podem pesar no pregão de hoje. Entretanto, fontes alternativas como LIG estão surgindo, o que diminui o impacto de uma redução de crédito sobre MRVE3, TEND3, DIRR3 e EZTC3, CYRE3, EVEN3. O Viés no pregão é de baixa, com perspectivas favoráveis no médio longo prazo

Gol (GOLL3) divulgou dados que sua demanda por voos teve crescimento de +5,9% em dezembro. No a demanda subiu para 3,1%. Acreditamos que os dados podem impactar positivamente as ações no pregão de hoje

 

 

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Ricardo Walendorff declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar