As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

 

Escrito por:

Gabriel Cavaretto, Ricardo Walendorff e Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

No fim de semana, foi divulgada a pesquisa sobre o lucro industrial na China. Enquanto agosto houve um avanço de 9,2%, em setembro foi apenas 4,1%.

Destaque asiático de hoje para a variação das Vendas no Varejo no Japão (anual/set). O resultado foi de 2,1% (expectativa de +2,1%).

Mercados asiáticos fecharam o primeiro dia da semana majoritariamente negativos, com influência de dados supracitados, fechamento negativo de NY na sexta-feira e pouca mudança do cenário global. Tóquio apresentou queda de -0,16%, Xangai queda de -2,18%, enquanto Hong Kong subiu +0,38%.

Europa

dia de diversos resultados no R. Unido, dos quais destacamos apenas o Crédito ao Consumidor Bank of England (set), com resultado de 0,785 bilhões (expectativa de aumento para 1,2 bilhões), Empréstimos Hipotecários (set), com 3,89 bilhões (expectativa de redução para 65 mil), e Empréstimos Líquidos a Indivíduos, com volume de 4,7 bilhões (expectativa de 4,1 bilhões). Com exceção de crédito ao consumidor, bons resultados no R. Unido.

Mercados europeus começaram a semana em alta, apesar de Paris ter “incidente técnico” e não termos dados de abertura, Londres apresentou alta de +0,46% e Frankfurt de +0,61%. Durante a produção deste relatório todas estas bolsas apresentavam mais força de alta.

Economia nos EUA

Destaque do dia para PCE (Pesonal Consumption Expenditure) Deflator, as 9:30, que é um dos principais indicadores visualizados pelo Fed para tomar suas decisões, e apresenta expectativa de alta de +0,1%. Também teremos as 9:30, as variações de Renda Pessoal, Gastos Pessoais e Consumo Pessoal Real, com todos para setembro, além da expectativa de se manterem no mesmo crescimento apresentado no último resultado.

Dentre os resultados trimestrais de hoje, destacamos para antes da abertura: First Data, Yandex, Coopertire, Weatherford, Embraer e Brainstorm.

Futuros operavam em alta as 7:45h de hoje, com Nasdaq +1,01%, Dow Jones +0,40% e S&P +0,81%.

Treasuries e VIX nos EUA – 7:45

Treasuries operavam em alta, com +0,58% para 2 anos, e +0,72% para 10 anos (3,098). Enquanto isso, o Vix futuro estava em -1,91% e CBOE vix em -4,64%.

Pela movimentação positiva dos futuros e dos yield, enquanto os indicadores volatilidade (vix) operavam em baixa, cenário de abertura da bolsa norte-americana é positivo e deve seguir atento aos resultados trimestrais.

 

 

Economia Nacional

Semana passada terminou com movimentação mais positiva para o mercado financeiro nacional, justificando pela expectativa positiva com as eleições (grande probabilidade de vitória de Bolsonaro), mesmo com resultados trimestrais aquém do esperado nos EUA e movimentação negativa no mundo.

O Ibovespa fechou a sexta-feira com alta de 1,95%, apoiado principalmente por blue chips. No acumulado da semana, o índice fechou com alta de 1,78%, embarcando na quarta semana de alta consecutiva e alta de 8% no mês.

Enquanto a bolsa subiu, proporcionalmente o dólar caiu -1,71%, fechando o último dia de mercado antes das eleições cotado a R$ 2,6456. No acumulado da semana a queda foi de -1,84%, e desde o primeiro turno, a moeda norte-americana caiu -5,25%, o que representa praticamente 20 centavos.

--

No início do dia teremos a divulgação dos resultados do Boletim Focus, as 8:30, trazendo as novas expectativas para a economia nacional adaptando os acontecimentos recentes e expectativas futuras.

As 9:30, três resultados ligados ao orçamento público. Teremos a divulgação da relação dívida/PIB (set), com expectativa de aumentar para 51,4%, o Balanço Orçamentário (set), com expectativa de fechar com -61,8 bilhões, e por fim o Superávit Orçamentário (set), com expectativa de fechar em -22,7 bilhões.

Política Nacional

Neste domingo as urnas confirmaram o que o mercado já vinha antecipando desde o final do primeiro turno. Jair Bolsonaro é o novo presidente do Brasil, com aproximadamente 55% dos votos válidos e em meio a uma abstenção de 21,29%, a maior desde 1998. Em número de estados, Bolsonaro acumulou vitória em 15 mais o DF, enquanto Haddad liderou em 11.

As decisões finais para governador também trouxeram o novo perfil de governo estadual para o Brasil. Ganharam destaque os políticos de “primeira viagem”, conseguindo a vitória em 9 estados. A “onda Bolsonaro” conseguiu eleger 3 principiantes, com vitória em Roraima, em Rondônia e Santa Catarina.

--

Finalizada a eleição, agora o mercado ficará mais atento às definições de ministérios e planos de governo do novo presidente. Por enquanto, temos a confirmação de 4 importantes ministro: Paulo Guedes para o da Fazenda (renomeado para Economia), Onyx Lorenzoni para a Casa Civil, general reformado Augusto Heleno para a Defesa, e por fim o tenente-coronel Marcos Pontes para a Ciência e Tecnologia.

Recomendações Diárias Fundamentalistas

Viés positivo para a empresaRecomendações fundamentalista

O Ibovespa futuro sinaliza que teremos um pregão de elevada alta +3,81%. No exterior também a expectativa é de ligeira alta para os principais pregões S&P500 Futuros em alta de +1%

Estatais federais devem operar em alta por conta dos resultados das eleições: Petrobras (PETR4), Banco do Brasil (BBAS3) e Eletrobras (ELET6)

Estatais mineiras com um viés de governo mais liberal de Romeu Zema, devem operar em alta como Cemig CMIG4 e Copasa-CSMG3

No Rio Grande do Sul, acreditamos em alta para Banrisul (BRSR6)

Ações dolarizadas devem operar em forte queda, neste caso é ficar fora de exportadoras de forma geral Suzano/Klabin/Fibria

Mas Gol/Azul/CVC (CVCB3) devem se beneficiar por um dólar mais baixo

DJ Commodities em -0,06% as 7:45

Destaque para ETF brasileira no Japão que subiu 13,47% após a confirmação de Bolsonaro como presidente. O mesmo se identificou na Europa, com uma ETF na Alemanha subiu 6,4%, e outra em Londres subindo 6,8%. As ações da Latin American Investiment Trust subiram 6,9%.

Acreditamos que haverá uma alta generalizada na bolsa, com destaque maior para estatais, e desempenho mais negativo para empresas ligadas ao dólar.

Petróleo:

Brent em -0,37% e WTI em -0,43% as 7:45 desta manhã.

Na Europa (7:35) temos BP em +1,74%, Shell +0,59% e Petrochina -0,12%.

Viés de alta, com exterior relativamente positivo e resultado eleitoral (PETR4).

Minério:

Minério de ferro fechou a 540,50 na China, com variação de +1,12%.

Dólar estava 0,00% as 7:45, cotado a R$ 3,64, mas esperamos alguma queda interessante da relação com a moeda brasileira.

Na Europa (bolsa de Londres), Anglo American com +2,40%, Rio Tinto em +2,7% e BHP em +2,52%, as 7:36.

Viés de alta, com setor externo bem positivo e resultado eleitoral (VALE3/BRAP4).

Siderurgia:

Em Londres, ArcelorMittal em +0,23% (7:37). Na Ásia, tivemos o fechamento de Nippon Steel com +0,32%, Hesteel +0,64% e Baoshan -2,51%.

Viés alta, pois acreditamos que a fragilidade da alta externa na afetará a alta local (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp:

Dólar estava 0,00% as 7:45, cotado a R$ 3,64, mas esperamos alguma queda interessante da relação com a moeda brasileira.

Pulp & Paper Index Price fechou o dia com leve baixa de +1,55%, atingindo 592,96.

Dos principais pares, o japonês Oji Paper fechou em +2,13%, enquanto o par europeu Stora Enso estava em -0,23% as 7:38.

Dias de euforia não afetam positivamente este setor, por isso viés de baixa, mesmo com exterior mais positivo (SUZB3/FIBR3/KLBN11).

Bancos:

Viés alta, pelo setor ser um grande beta da movimentação dos EUA e principalmente do índice local (BBAS3/ITUB4/BBDC4).

 

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Ricardo Walendorff declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar