As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

 

Escrito por:

Gabriel Cavarettoe Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

Dia de forte queda dos acionários asiáticos neste início de semana, seguindo todo o pessimismo global iniciado nos últimos dias da semana passada, juntamente com preocupações com rendimentos dos títulos públicos nos EUA, enquanto não há novidades relevantes para os principais países da Ásia. Assim, a bolsa de Xangai fechou com queda em -1,97%, a de Hong Kong em -2,03% e a de Tóquio em -3,01%.

Europa

Continuando o pessimismo da semana passada, bolsas europeias tiveram o começo do dia negativo, enquanto a primeira-ministra britânica, Theresa May, seguiu articulando nesse final de semana a possibilidade de colocar a sua proposta de Brexit para ser votada ainda nessa semana.

A bolsa de Frankfurt abriu o dia em queda de -0,20%, a de Paris em queda de -0,88% e a de Londres amargava -0,56%. Tivemos a divulgação de dados referentes a expectativas de negócios na Alemanha, que apesar de virem acima do esperado, não deverão conseguir inverter a tendência negativa para hoje.

Economia nos EUA

Por falta de evidências contra o presidente Trump, o procurador-geral dos EUA, William Barr, informou que não se pode dizer que houve conluio entre a campanha de Trump para a presidência e a participação do governo russo, embora tenham indicado que teriam fortes indícios de que os russos teriam favorecido Trump na corrida eleitoral.

Já nessa segunda-feira, outra preocupação foi inserida no radar dos investidores. Os títulos de 10 anos dos EUA caíram para taxas mais baixas do que as notas de três meses, durante o início do dia. Ou seja, houve um grande achatamento das curvas e agora uma inversa, algo verificado apenas em meados de 2007, ano precedente a crise de 2008. Apesar dessa preocupação, o presidente do Fed de Chicago seguiu afirmando que segue confiante com o crescimento, embora mais fraco, da economia norte-americana.

--

Futuros operavam em baixa as 07:45 de hoje, com Nasdaq -0,43%, Dow Jones -0,13% e S&P -0,16%.

 

Treasuries e VIX nos EUA – 07:45

Treasuries operavam em alta, com +0,17% para 2 anos, e +0,50% para 10 anos (2,467). Enquanto isso, o Vix futuro estava em +1,26% e CBOE vix em +4,13%.

Pela movimentação negativa dos futuros, positiva dos yield, enquanto os indicadores volatilidade (vix) operavam em alta, cenário inicial da bolsa norte-americana indicado é pessimista, apesar da recuperação dos yields demonstrarem alguma força positiva.

 

Economia Nacional

Semana passada foi marcada por forte pessimismo, principalmente após o Ibovespa atingir a marca histórica de 100 mil pontos. Além da insegurança com a desaceleração do crescimento global, principalmente após dados ruins de PMI na Europa, o noticiário político derrubou o índice com indicativos de distanciamento entre congresso com o presidente Bolsonaro e sua equipe, junto com impactos negativos no congresso com a prisão do ex-presidente Temer e proposta de reforma dos militares abaixo do esperado. Assim, o Ibovespa caiu -5,4% na semana, já o câmbio com o dólar subiu +2,4%, cotado a R$ 3,9053.

--

Teremos hoje o Boletim Focus (8:30), trazendo as novas expectativas para a economia nacional adaptando os acontecimentos recentes.

 

Política Nacional

Nessa próxima terça-feira, a Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados começa a analisar a proposta referente a reforma da previdência. Nessa semana deverá ser anunciado o relator da reforma da previdência dos trabalhadores civis.

Conheça Upside Advisory: Aconselhamento individualizado para seus investimentos em ações, fundos e renda fixa. Aumente seu patrimônio com Upside

Advisory Upside Investor

Recomendações Diárias Fundamentalistas

Bom dia investidor!

Muitos desafios pela semana, a começar pelo fechamento bastante negativo na Ásia, com bolsas chinesas fechando em queda de quase -2%

Grande parte da Europa segue o sentimento asiático, e operam no negativo pelo fato dos investidores sentirem que uma recessão está próxima no continente europeu

Localmente, os investidores devem aguardar uma definição do encaminhamento da Previdência na Câmara, de quem será o relator

Os índices americanos futuros sinalizam queda, o que deve influenciar o pregão brasileiro com viés baixista, sem falar na queda das cotações das commodities energéticas como petróleo que operam em queda de -0,22%

Os investidores de Day Trade e Swing Trade devem aproveitar as quedas para irem montando posições nos ativos com muita liquidez, e esperar a reversão nos próximos dias

Bons negócios e um bom pregão!

Recomendações fundamentalista

DJ Commodities em -0,06% as 7:45

Petróleo:

Brent em -0,34% e WTI em -0,15% as 7:45 desta manhã.

Na Europa (7:46) temos BP em -0,24%, Shell em -0,34% e fechamento de Petrochina com -2,19%.

Viés de baixa, sem novidades interna e quedas dos pares (PETR4).

Minério:

Dólar estava +0,07% as 7:45, cotado a R$ 3,9075, após fechar em R$ 3,9053 (+2,4%) na semana passada.

Na Europa (bolsa de Londres), Anglo American com -1,47%, Rio Tinto em +0,11% e BHP em -0,31%, as 7:48.

Viés de baixa moderada, mesmo com alta do dólar, considerando a queda dos pares e do minério de ferro negociado na China (-0,33%) (VALE3/BRAP4).

Siderurgia:

Em Londres, ArcelorMittal em -1,11% (07:48). Na Ásia, Nippon Steel, do Japão, fechou variando -1,97%, enquanto na China Hesteel e Baoshan fecharam em -2,29% e -2,83%, respectivamente

Viés baixa, com queda generalizada do setor e dos preços do vergalhão de ferro na Ásia (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp:

Dólar estava +0,07% as 7:45, cotado a R$ 3,9075, após fechar em R$ 3,9053 (+2,4%) na semana passada.

Pulp & Paper Index Price variou -2,08%, fechando a 582,01.

Dos principais pares, o japonês Oji Paper variou -2,66%, enquanto os pares europeus Stora Enso estava em -0,83% e UPM em +0,43%, as 7:49.

Para hoje, acreditamos no viés de alta moderada, seguindo a analogia de ações deste setor performarem relativamente bem em momentos de alta do dólar (SUZB3/KLBN11/DTEX3).

Bancos:

Viés de baixa, com todo o pessimismo interno e global deste início de semana (BBAS3/ITUB4/BBDC4).

Somos Educação (SEDU3) anuncia que fechará o capital na Bolsa. Isto pode ser um gatilho positivo para as ações

 

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Shin Lai declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar