As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

Escrito por:

Gabriel Cavarettoe Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

Dia de fechamento negativo para os mercados acionários asiáticos, seguindo o fechamento mais pessimista dos EUA de ontem, enquanto hoje apenas as expectativas sobre a reunião entre EUA e China para a sexta-feira e o aumento da preocupação global em meio da escalada de tensões no Oriente Médio. A bolsa de Xangai caiu -0,87%, Tóquio -0,58% e Hong Kong -1,15%.

 

Europa

As principais bolsas do velho continente também abriram pessimistas, com gap de baixa considerável. Frankfurt e Paris conseguiram recuperar boa parte do início ruim, mas Londres ainda continuou com baixa mais elevada após o possível futuro primeiro-ministro, Boris Johnson, afirmar que é sério o seu posicionamento de retirar o R. Unido do bloco europeu sem acordo, caso não consigam um consenso.

 

Economia nos EUA

Além das expectativas já escritas nas áreas anteriores, destaque para Confiança do Consumidor para junho, Venda de casas novas e discurso do presidente do Fed, o Banco Central norte-americano.

--

Na busca de pressionar ainda mais os iranianos, EUA começarão uma nova rodada de sanções, tendo como alvo autoridades de alto escalão do Irã, incluindo o líder do país.

--

Futuros operavam em baixa as 08:00 de hoje, com Nasdaq -0,19%, Dow Jones -0,07% e S&P -0,10%.

 

Treasuries e VIX nos EUA – 08:00

Treasuries operavam em baixa, com -0,24% para 2 anos, e -0,50% para 10 anos (2,009). Enquanto isso, o Vix futuro estava em +0,68% e CBOE vix em +0,72%.

Pela movimentação negativa dos futuros e dos yield, enquanto os indicadores volatilidade (vix) operavam em alta, cenário inicial da bolsa norte-americana é de pessimismo/cautela, como nas demais partes do mundo.

 

Economia nacional

Na agenda econômica de hoje, Ata do Copom (sobre a última decisão de política monetária e expectativas futuras), Confiança do Consumidor de junho e IPCA-15 de junho são destaques.

--

O ministro da economia, Paulo Guedes, apresentará nesta terça-feira um plano de abertura do mercado de gás natural no Brasil, que segundo o ministro, poderia gerar uma redução de 40% no preço da energia no país em menos de dois anos. Este plano segue a mesma diretriz que vem sendo aplicada na Petrobras com a busca do fim do monopólio do refino de petróleo.

 

Política nacional

Ontem o presidente Bolsonaro afirmou que vetará o trecho do projeto que trata da possibilidade de o Congresso elaborar uma lista tríplice de nomes a serem indicados para os comandos das agências reguladoras. Desta maneira, a decisão de indicar os presidentes das agências ainda seguirá com o próprio Bolsonaro.

--

Na busca de atingir maior economia, Joice Hasselmann (PSL-SP), líder do governo no congresso, afirmou que o relatório da reforma da previdência que será votado nesta semana, terá mudanças que levarão a economia de 1,1 bilhão de reais.

 

Economia Nacional

Semana passada o índice de ações brasileiro registrou novo recorde nominal, superando os 102 mil pontos, com melhora das expectativas dos investidores na parte interna e externa (boa parte das bolsas mundiais tiveram movimentações positivas). No acumulado da semana, o Ibovespa subiu 4,05%, sendo 1,7% só na sexta-feira. Já o dólar apresentou queda acumulada de 1,93% na semana, caindo 0,68% só na sexta-feira.

Os principais movimentadores de mercado foram: tensão no Oriente Médio, especificamente entre EUA e Irã, o que elevou os preços do petróleo; sinalização de praticamente todos os principais bancos centrais mundiais para um auxílio monetário (tendência de corte de juros) para estimular as economias, sendo que no Brasil e EUA, a sinalização de corte da taxa de juros base é de ocorrer nas próximas reuniões respectivas; Moro conseguiu mostrar firmeza e pressão contra o ministro parece estar se dissipando; andamento da reforma da previdência segue dentro do esperado, com votação na comissão esperada para amanhã, dia 25 de junho, com o governo acreditando que não ocorrerão surpresas.

--

Na agenda de resultados econômicos, teremos hoje o Boletim Focus (8:30), trazendo as novas expectativas para a economia nacional adaptando os acontecimentos recentes.

 

Política Nacional

Por causa de visita aos EUA para visitar órgãos de segurança e inteligência dos americanos com o intuito de fortalecer operações integradas com o Brasil, segundo assessoria, Moro adiou ida a Câmara que seria para prestar esclarecimentos aos deputados sobre supostas mensagens trocadas com o procurador da República Deltan Dallagnol.

--

Em três meses de CPI para investigar empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no exterior, já teria informações que apontam para falhas do banco no financiamento de obras na Venezuela, em Cuba, em Moçambique e em outros países durante os governos do PT. Entre os pontos observados, destacam-se a ausência de critérios para rebaixamento de risco antes de conceder o crédito e falta de auditoria.

Conheça Upside Advisory: Aconselhamento individualizado para seus investimentos em ações, fundos e renda fixa. Aumente seu patrimônio com Upside

Advisory Upside Investor

Recomendações Diárias Fundamentalistas

Bom dia investidor!

Mercados iniciam terça com viés de baixa na Ásia, enquanto Europa opera de forma mista

A expectativa é de que hoje o Ibovespa opere em ligeira baixa, embora os sinais dos EUA mostrem sinais divergentes

Nos mercado internacionais o Petróleo pede força, operando perto do neutro, o que desfavorece Petrobras no pregão

Ao que parece, um inicio de realização nos mercados pode ter chegado

Bons negócios e um excelente pregão!

Recomendações fundamentalista

DJ Commodities em +0,42% as 08:00

Petróleo: o Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) aprovou a resolução que quebra o monopólio da Petrobras sobre a produção e distribuição de gás no Brasil.

Futuros do petróleo caíram durante sessão asiática.

Brent em -0,67% e WTI em -0,47% as 08:00 desta manhã.

Na Europa (7:52) temos BP de Londres com +0,01%, Shell (AMS) variou em -0,06%, enquanto o fechamento de Petrochina foi de -0,71%.

Viés de baixa, na expectativa de seguir dia de correção externo para o setor, bem como é esperado internamente após semana anterior de boa alta (PETR4).

Minério:

Dólar estava 0,0% as 7:45, cotado a R$ 3,83.

Relação de dólar australiano com o norte-americano (AUS/USD) variou em +0,17%.

Na Europa (bolsa de Londres), Anglo American com +0,44%, Rio Tinto em+0,49% e BHP em +1,13%, as 7:53.

Viés de alta moderada, com pares e relação AUS/USD indicarem alta, apesar da queda de -1,18% do minério de ferro negociado na China (VALE3/BRAP4).

Siderurgia: segundo análise do Bradesco, as chances de alta do preço do aço seriam limitadas em julho (CSN já anunciou alta), com pouca expectativa para aumento do consumo interno.

Em Londres, ArcelorMittal em +0,72% (07:40). Na Ásia, Nippon Steel, do Japão, fechou variando +0,19%, enquanto na China Hesteel e Baoshan fecharam em -0,98% e -1,35%, respectivamente.

Viés baixa moderada, apesar dos ganhos nos preços do vergalhão de ferro na Ásia enquanto os pares seguem dúbios. Internamente os preços parecem estar em momento de alguma correção (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp:

Dólar estava 0,0% as 7:45, cotado a R$ 3,83.

Pulp & Paper Index Price variou +0,6%, fechando a 523,24.

Dos principais pares, o japonês Oji Paper variou +0,65%, enquanto os pares europeus Stora Enso estava em +5,02% e UPM em +2,12%, as 7:49.

Para hoje, acreditamos no viés de alta moderada, na expectativa de seguir os ganhos das referências externas e da movimentação interna de alta continuar (SUZB3/KLBN11).

Bancos:

Viés de baixa moderada, acreditando em possível correção dos preços após altas consecutivas, bem como está acontecendo em boa parte do exterior (BBAS3/ITUB4/BBDC4)

Proteínas/Carnes As empresas de carnes estão em nova tendência positiva com dados de que a China continua comprando carne suína, viés de alta para BRFS3, MRFG3, e BEEF3

Aéreas GOLL4 e AZUL4 empresas aéreas são bastante sensíveis aos dados de petróleo, querosene de aviação é insumo operacional para grande parte das aéreas, expectativa de aumento deve reduzir o viés de alta para ações.

 

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Shin Lai declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar