As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

 

Escrito por:

Gabriel Cavaretto, Ricardo Walendorff e Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

Neste meio de semana, os mercados acionários asiáticos fecharam em alta generalizada, acompanhando o andamento mais positivo de NY na terça-feira e sendo impactados por novos pronunciamentos que agora indicam que existe alguma chance de termos um acordo entre China e EUA. Bolsa de Xangai fechou em +1,05%, Hong Kong em +1,33% e Tóquio em +1,02%.

Europa

Na Alemanha, tivemos a divulgado do Clima do Consumidor de dezembro, em 10,4, enquanto a expectativa era de 10,5.

Na zona do euro, apenas a variação anual dos Empréstimos ao Setor Privado, atingindo 3,2% (expectativa de aumento para 3,2%).

Com noticiário mais parado no continente europeu, bolsas seguiram a movimentação mais positiva de NY e asiática, abrindo com Londres em +0,42%, Paris em +0,3% e Frankfurt em +0,42%. Durante a produção deste relatório, por volta das 7 horas, as três principais bolsas estavam perdendo força, com Londres já performando no negativo.

Economia nos EUA

Ontem tivemos algumas declarações oficiais de partes do governo de Trump, indicando que existe a possibilidade de se fechar uma acordo entre as duas maiores economias mundiais na reunião do G20 nesta sexta-feira. Assessores afirmaram ontem que Trump ainda aguarda alguma posição mais aberta de Xi Jinping e que estão mantendo diálogo com representantes chineses.

Ainda na terça-feira, Trump teria declarado ao Washington Post, na qual reafirmou o seu descontentamento com as decisões do Fed e do seu descontentamento em indicar Powell para a presidência do Banco Central norte-americano. Trump diverge de Powell e demais membros do Fed sobre as futuras perspectivas de alta de juros.

Por fim, tivemos a definição do último nome que faltava para o Senado dos EUA, o qual foi preenchido ontem pela senadora republicana Cindy Hyde-Smith no estado de Mississippi. Com isso, foi garantida a maioria do partido de Trump, fechando com 53 das 100 cadeiras.

--

Para hoje teremos diversos resultados econômicos para a economia norte-americana, dos quais destacamos, as 10:30, a prévia dos Lucros Corporativos do terceiro trimestre, com última variação trimestral em 2,1%), prévia do PIB do terceiro trimestre, com expectativa de variação trimestral em +3,6%. Ainda as 10:30, teremos o saldo da Balança Comercial de outubro, com expectativa de -76,7 bilhões, e a variação dos Gastos dos Consumidores, com última variação trimestral em 4%.

As 12 horas, mercado imobiliários ganha destaque, pois teremos a divulgado da variação das Vendas das Casas Novas e seu número (out), com expectativa de +4,5%, que seria 583 mil casas.

Finalizando os resultados relevantes para hoje, ainda teremos as 14 horas o discurso do presidente do Fed (Banco Central dos EUA), Powel, elucidando melhor as projeções e expectativas para os juros da maior economia mundial.

--

Futuros operavam em alta as 7:45h de hoje, com Nasdaq +0,2%, Dow Jones +0,25% e S&P +0,18%.

Treasuries e VIX nos EUA – 7:45

Treasuries operavam de maneira dúbia, com +0,07% para 2 anos, e -0,11% para 10 anos (3,054). Enquanto isso, o Vix futuro estava em -0,53% e CBOE vix em -1,26%.

Pela movimentação positiva dos futuros, pouca dominância de movimento dos yield, enquanto os indicadores volatilidade (vix) operavam em baixa, cenário de abertura da bolsa norte-americana é similar ao do fechamento de ontem, ou seja, positivo.

 

Economia Nacional

Para nosso país, resultados relevantes as 9:30, com a variação de Empréstimos Bancários de outubro (mensal), com resultado anterior a +0,4%, após alta de 1% em agosto. Ainda hoje, as 11:30 será divulgado o Fluxo Cambial Estrangeiro que apresentou queda de -1,151 bilhões na última semana. Também se espera nova intervenção do Banco Central no câmbio, que deve seguir o comunicado de ontem informando o leilão de 1 bilhão de dólares

Política Nacional

O futuro presidente Bolsonaro afirmou na terça-feira que enquanto o Banco Central não ganha o “status” de autoridade independente, seguirá em seu governo com o status de ministério. Lembrando que já está tramitando no parlamento nacional.

As ações da petroleira nacional subiram fortemente com a possibilidade de votação da cessão onerosa, que apesar da euforia, ficou para esta quarta-feira. Segundo Juca e Eunício Oliveira, internamente já existe o bom andamentos dos acordos no parlamento, e que só deve faltar o fechamento de acordo com as equipes econômicas atuais e do próximo mandato de presidente (destaque para impasse na divisão do bônus de exploração para os municípios e estados).

Ontem mais um ministério teve seu diretor indicado por Bolsonaro. Tarcísio Gomes de Freitas assumirá o Ministério da Infraestrutura (abrange setores aéreo, terrestre e aquaviário). Gomes de Freitas foi nomeado em 2011 para o DNIT pela ex-presidente Dilma, para fazer uma “faxina ética”, pois o órgão passava por uma crise de corrupção. O futuro ministro já deu declarações de que, por meio de licitações em bloco, possuem a ideia de privatizar toda a Infraero

Recomendações Diárias Fundamentalistas

Recomendações fundamentalista

O pregão desta quarta aponta para uma queda de -0,16%. Acreditamos que pode haver uma reversão no Ibovespa, já que os futuros americanos apontam para ligeira alta ao redor de +0,32% (S&P 500) 

DJ Commodities em 0,0% as 7:45

Petróleo: Petrobras anunciou ontem que foi registrado um aumento de 8% na produção de barris de petróleo em outubro, fazendo a comparação mensal. Alta justificada pela nova plataforma e outras fatores internos. Apesar disso, na comparação anual a produção registra queda de -4%.

Para hoje, Estoque de Petróleo Bruto e Estoques de Petróleo em Cushing (12:30), com piora do primeiro e melhora no segundo na semana passada. Para esta semana acreditamos que seguirá a mesma movimentação do API, como é o padrão, então se espera um resultado não muito positivo para o setor (expectativa de 4,851 para 0,769 milhões para o Estoque de Petróleo Bruto).

Futuros do petróleo caíram durante sessão asiática.

Brent em +0,43% e WTI em +0,58% as 7:45 desta manhã.

Na Europa (7:26) temos BP em +0,21%, Shell em +0,43%% e fechamento de Petrochina com +0,66%.

Viés de alta moderada, acreditando que o principal gatilho para as ações continua sendo o preço do petróleo e a votação da cessão onerosa, apesar de externamente também identificarmos melhora (PETR4).

Minério:

Minério de ferro fechou a 472,0 na China, com variação de +1,07%.

Ontem o dólar apresentou a correção esperada (-1,64%), fechando em R$ 3,87. Dólar estava +0,0% as 7:45, cotado a R$ 3,88.

Na Europa (bolsa de Londres), Anglo American com +0,66%, Rio Tinto em +0,3% e BHP em -0,83%, as 7:28.

Viés de alta, com pouca mudança no setor, predominância positiva externa e ações com alguma resistência para cair abaixo de 49 reais (VALE3/BRAP4).

Siderurgia:

Em Londres, ArcelorMittal em +0,08% (7:30). Na Ásia, tivemos o fechamento de Nippon Steel com -0,81%, Hesteel +0,67% e Baoshan +0,15%.

Viés alta moderada, com a predominância positiva no exterior e possibilidade de recuperação após recentes quedas, principalmente para Usiminas e CSN (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp:

Ontem o dólar apresentou a correção esperada (-1,64%), fechando em R$ 3,87. Dólar estava +0,0% as 7:45, cotado a R$ 3,88.

Pulp & Paper Index Price fechou o dia com leve baixa de +0,26%, atingindo 570,12.

Dos principais pares, o japonês Oji Paper fechou em +0,29%, enquanto os pares europeus Stora Enso estava em -0,53% e UPM em -0,23%, as 7:32.

Ontem as ações do setor surtiram efeito da queda do dólar, desta maneira, acreditamos no viés de baixa, pela possibilidade de novas quedas do dólar com a intervenção do BCB (SUZB3/FIBR3/KLBN11).

Bancos:

Viés de alta moderada, considerando a falta de fatos novos internos para o setor e para o Brasil, por isso deve seguir a alta de NY para hoje e deve manter neste movimento, a menos que ocorra alguma correção (BBAS3/ITUB4/BBDC4).

Construção Civil

Em entrevista a um importante jornal de negócios, Elie Horn da Cyrela mencionou certo otimismo com o novo presidente da Repúlbica, bem como para o seu setor de atuação, o de construção civil. Acreditamos que isso pode influenciar positivamente as ações de Cyrela (CYRE3) no pregão de hoje.

Ontem também foram divulgados dados positivos de Confiança na Construção Civil pela FGV. Houve recuperação nas expectativas do setor para o patamar de janeiro e 2018.
Isto é também um fator positivo para as ações do setor: Tenda (TEND3), MRVE3, bem como para Eztec (EZTC3), Even3, e até para Tecnisa (TCSA3) e Helbor (HBOR3)

Comércio

O Índice de Confiança do Comércio medido pela FGV atingiu o maior patamar desde março de 2014. O indicador sobe junto com o Índice de Confiança do Consumidor.

Viés positivo para ações do setor: PCAR4, CRFB3, bem como para varejistas de roupas, como LREN3AMAR3, HGTX3, e GUAR3

E também para bens semi duráveis VVAR3, e MGLU3

 

 

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Ricardo Walendorff declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar