As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

 

Escrito por:

Gabriel Cavarettoe Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

Bolsas asiáticas começaram a semana de maneira otimista, com ganhos generalizados dos principais mercados, com +2,47% da bolsa de Xangai, +1,37% de Hong Kong e +0,62% de Tóquio. Grande parte da alta se justifica pelas expectativas positivas com as decisões do Fed desta semana, bem como a espera de resultados positivos para o Brexit e a relação comercial sino-norte-americana desta semana. No lado real da economia, balança comercial japonesa superou as expectativas em seu saldo, apesar de apresentar redução das exportações e importações, mesmo assim, ações ligadas ao demanda doméstica foram bem no dia de hoje (na China o mesmo grupo de ações também foi bem).

Europa

Alta generalizada (leve) também nos acionários europeus durante a abertura, com a bolsa de Frankfurt variando em +0,01%, Paris em +0,07% e Londres com +0,28%. Boa parte da movimentação positiva segue a interpretação Asiática, com o auxílio da confirmação da fusão de dois grandes bancos na Alemanha (Deutsche Bank e Commerzbank). Outro dado que deverá ajudar as bolsas europeias é o superávit do saldo de janeiro da balança comercial do bloco europeu, superando fortemente as expectativas.

Economia nos EUA

Destaque da maior economia do mundo fica também na expectativa para a próxima reunião do Fed, banco central dos EUA. Como nas outras partes do mundo, o acionário já deverá começar a se posicionar para uma postura mais dovish, ou seja, se espera uma política monetária menos restritiva, estimando-se a manutenção da atual taxa de juros (2,25%-2,5%) e menor redução do balanço do banco.

--

Futuros operavam com dominância positiva as 07:45 de hoje, com Nasdaq +0,05%, Dow Jones -0,26% e S&P +0,03%.

Treasuries e VIX nos EUA – 07:45

Treasuries operavam em baixa, com -0,26% para 2 anos, e -0,02% para 10 anos (2,593). Enquanto isso, o Vix futuro estava em -0,07% e CBOE vix em +1,71%.

Pela movimentação mais positiva dos futuros, negativa dos yield, enquanto os indicadores volatilidade (vix) operavam com de maneira dúbia (dominância positiva), cenário inicial da bolsa norte-americana indicado é incerto, com alguma dominância de maior preocupação, destoando um pouco das demais principais bolsas mundiais.

 

Economia Nacional

Em uma semana agitada internamente e externamente, o Ibovespa seguiu positivo (100 mil pontos nesta semana?), fechando no acumulado da semana passada com alta de +3,74%, com recorde nominal no intradia e de fechamento, enquanto o câmbio com o dólar apresentou queda de 1,28%, fechando a R$ 3,8206.

O viés mais positivo externo veio principalmente do alívio com relação ao Brexit (adiado), novos indícios de maior concordância da questão comercial entre China e EUA, além de novos estímulos de alguns bancos centrais, como o europeu e japonês. No Brasil, foco na previdência e dados de empresas trouxeram maior volatilidade e movimentos positivos em geral.

--

Teremos hoje o Boletim Focus (8:30), trazendo as novas expectativas para a economia nacional adaptando os acontecimentos recentes. Para hoje, há também a expectativa para a divulgação do IBC-BR de janeiro, com expectativa de contração de 0,10%, lembrando que ele é funciona como uma prévia do PIB.

Política Nacional

No fim de semana, governadores dos estados da região Sul e Sudeste se reuniram em MG para discutir e apresentar apoio à reforma da previdência que iniciou sua circulação na semana passada. Dentre estes estados, apenas o governador do ES que declarou algumas ressalvas para apoio integral à reforma.

--

O presidente Bolsonaro chegou ontem a Washington, EUA, onde terá reuniões com o presidente Trump. Além do presidente do Brasil, foi levada uma grande comissão, com destaque para os ministros da Economia, Justiça, Relações Exteriores e Agricultura. Por enquanto a única confirmação é da assinatura do Acordo de Salvaguardas Tecnológicas na terça-feira (já explicado em outros relatórios).

Conheça Upside Advisory: Aconselhamento individualizado para seus investimentos em ações, fundos e renda fixa. Aumente seu patrimônio com Upside

Advisory Upside Investor

Recomendações Diárias Fundamentalistas

Bom dia investidor!

Os mercados asiáticos tiveram alta consistente principalmente na China com Shanghai subindo +2,47%.

Na Europa grande parte das  bolsas opera no positivo com exceção da Alemanha que opera em queda de -0,24%

Os futuros apontam para um dia de ligeira alta +0,27%

Em NY há uma divergência de sinais com Dow Jones Futuros apontam queda -0,19% e o S&P alta de 0,10%

Acreditamos que o Ibovespa deva seguir o viés de alta internacional, como sempre notícias sobre a Previdência podem influenciar positivamente ou negativamente o pregão

Bons negócios e um bom pregão

Recomendações fundamentalista

DJ Commodities em -0,08% as 7:45

Petróleo:

Brent em -0,12% e WTI em -0,27% as 7:45 desta manhã.

Na Europa (7:41) temos BP em +0,63%, Shell em +0,21% e fechamento de Petrochina com +1,43%.

Viés de alta moderada, mantendo o otimismo para as ações e pares externos em alta (PETR4).

Minério:

Dólar estava +0,01% as 7:45, cotado a R$ 3,8173, após fechar em R$ 3,8206 (+1,28%) na semana passada.

Na Europa (bolsa de Londres), Anglo American com +1,87%, Rio Tinto em +2,02% e BHP em +1,91%, as 7:42.

A expectativa é um viés de alta moderada, pela dominância externa positiva, leve alta do dólar, e variação positiva de 1,52% do minério na China, entretanto, a notícia de bloqueio de recursos  de R$ 1 bi pode repercutir nas ações de forma negativa (VALE3/BRAP4).

Siderurgia:

Em Londres, ArcelorMittal em +3,33% (07:42). Na Ásia, Nippon Steel, do Japão, fechou variando +0,41%, enquanto na China Hesteel e Baoshan fecharam em +3,19% e +3,42%, respectivamente

Viés alta, na expectativa de seguir a alta externa dos pares, auxiliado também pela alta asiática e dos preços do vergalhão de aço que subiram Ásia (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp:

Dólar estava +0,01% as 7:45, cotado a R$ 3,8173, após fechar em R$ 3,8206 (+1,28%) na semana passada.

Pulp & Paper Index Price variou +0,12%, fechando a 576,26.

Dos principais pares, o japonês Oji Paper variou 0,00%, enquanto os pares europeus Stora Enso estava em +1,92% e UPM em +0,82%, as 7:43.

Para hoje, acreditamos no viés de alta moderada, acreditando na possibilidade de seguir o movimento de sexta-feira, junto com o dia positivo dos pares internacionais (SUZB3/KLBN11/DTEX3).

Bancos:

Viés de alta moderada, pelos fatos positivos esperado para a semana de maneira geral (BBAS3/ITUB4/BBDC4).

Telecomunicações

A América Móvil grupo mexicano controlador da Net e da Claro irá adquirir as operações da Nextel no Brasil por US$ 905 mi de dólares. Acreditamos que as ações operadoras das concorrentes podem operar no negativo hoje tanto Vivo (VIVT4) quanto Tim (TIMP3)

Gafisa (GFSA3) o investidor Nelson Tannure negocia entrada no controle da construtora, acreditamos que isto possa influenciar positivamente as ações, mas cabe destacar que a empresa ainda divulgará resultados nos próximos dias e que a expectativa é de resultados bastante fracos.

BRFoods (BRFS3), Minerva (BEEF3) JBS (JBSS3) e Marfrig (MRFG3) a ministra da agricultura Tereza Cristina prepara uma visita a China para aumentar as exportações de carne suína, bovina e de frango ao mercado chinês. Acreditamos que as ações do setor podem ser impactadas positivamente pelo fluxo de notícias do setor

Hermes Pardini (PARD3) o EBITDA ajustado aumentou 15%, R$ 52 mi enquanto o lucro recuou -10% no 4T18, para R$ 26,5 mi. Sinais mistos, as ações podem cair influenciadas pela queda no resultado agregado

 

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Ricardo Walendorff declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar