As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

 

Escrito por:

Gabriel Cavarettoe Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

Dia misto para as bolsas asiáticas nesta quarta-feira, com a bolsa japonesa caindo -0,23%, com desempenho ruim de montadoras do país, enquanto as bolsas de Xangai e de Hong Kong, vem se recuperando (principalmente a primeira) após semana passada, fechando respectivamente em +0,86% e +0,56%.

Hoje tivemos a divulgação dos lucros das empresas industriais na China, com pior recuo desde 2011. Amanhã começará uma nova rodada de negociações sino-norte-americana, na China, e semana que vem ocorrerá em Washington.

Europa

Mercados europeus abriram novamente o dia em alta, seguindo a melhora dos ânimos dos EUA e parcialmente na Ásia, enquanto o Brexit segue indefinido (parlamento no controle e primeira-ministra colocando o cargo a disposição se sua proposta for aceita). A bolsa de Frankfurt abriu em alta de +0,23%, a da Paris em +0,13% e a de Londres em +0,30%.

Hoje o dia tem diversos discursos de membros do Banco Central Europeu e poderá influenciar os mercados do velho continente.

Economia nos EUA

Apenas evidenciamos a divulgação de dados relativos ao saldo da balança comercial de janeiro dos EUA, com expectativa de alguma melhora. Esse saldo vem ganhando cada vez mais importância na conjuntura do governo atual.

--

Futuros operavam em baixa as 07:45 de hoje, com Nasdaq -0,17%, Dow Jones -0,35% e S&P -0,28%.

 

Treasuries e Índice de Volatilidade VIX nos EUA – 07:45

Treasuries operavam em baixa, com -3,27% para 2 anos, e -1,82% para 10 anos (2,368). Enquanto isso, o Vix futuro estava em +1,88% e CBOE vix em +5,31%.

Pela movimentação negativa dos futuros e dos yield, enquanto os indicadores volatilidade (vix) operavam em alta, cenário inicial da bolsa norte-americana demonstra pessimismo voltando, mesmo com dia mais positivo na Europa.

Economia Nacional

Nessas últimas quatro semanas de março a balança comercial do país apresentou saldo de 4,254 milhões de dólares. No ano, o superávit da balança chega a 10,152 bilhões de dólares.

Política Nacional

A câmara aprovou ontem a noite a PEC com novas regras para o orçamento da união, que agora possibilitará a imposição de todo o orçamento, ou seja, o governo não terá escolhas a não ser executar despesas aprovadas pelas casas do legislativo, o que claramente engessa ainda mais o orçamento nacional.

--

Ontem foi um dia quente na parte política. Com a pressão e possibilidade de boicote, o ministro da economia, Paulo Guedes, não compareceu a CCJ, ausentando-se formalmente pela falta de relator. Apesar da pressão da oposição para convoca-lo obrigatoriamente, o governo conseguiu fechar acordo para que Guedes compareça apenas na quarta-feira da próxima semana, como convidado.

Em contrapartida, tivemos avanços positivos para a reforma da previdência, com o presidente da CCJ indicando que o relator deverá ser apresentado ainda nesta semana. Também houve declaração de apoio de líder do partido PSL e de mais 13 partidos do “centrão”, à reforma da previdência, apesar de ressaltarem a necessidade de retirar/modificar o BPC e a aposentadoria rural.

Outro ponto de atenção foi a demonstração positiva de Maia na terça-feira, declarando fazer parte do time de defensores da reforma da previdência, que o Brasil sem reforma é preocupante, além de minimizar a falta de Guedes na CCJ.

Conheça Upside Advisory: Aconselhamento individualizado para seus investimentos em ações, fundos e renda fixa. Aumente seu patrimônio com Upside

Advisory Upside Investor

Recomendações Diárias Fundamentalistas

Bom dia investidor!

Hoje o dia parece que será menos otimista do que ontem, os mercados asiáticos fecharam de forma divergente mas na China, o índice de Shanghai subiu +0,8%

No continente Europeu os sinais são mistos com Alemanha em ligeira queda e Reino Unido em sutil alta, o que parece ser uma sinalização de que se Theresa May deixar o comando, e a Grã Bretanha permanecer no Bloco seria positivo

Futuros brasileiros indicam que pode ocorrer uma boa correção no pregão de hoje com -1%, embora em NY os índices apontam um pregão quase neutro

Os futuros do petróleo apresentam queda -0,38%, e no mercado spot (à vista) o Brent negocia perto de zero, indicando que pode ser um dia para se realizar/travar os ganhos em Petrobras, e esperar por novas entradas com quedas no preço, após a boa alta de ontem

Os investidores devem privilegiar liquidez, o que deve ser positivo para uma alta do Dólar/Real, e  contratos baseados na moeda americana

Bons negócios e um bom pregão!

 

Recomendações fundamentalista

DJ Commodities em -0,16% as 7:45

Petróleo: o conselho administrativo da Petrobras retirará o pagamento de participação no lucro (PLR) a partir de 2020 aos seus funcionários, pois incorporarão este benefício em um programa de remuneração variável que a empresa aplicará quando a mesma faturar mais de 10 bilhões no ano.

Dados do petróleo nos EUA deverão impactar o dia de hoje também.

Futuros do petróleo subiram durante sessão asiática.

Brent em -0,25% e WTI em -0,68% as 7:45 desta manhã.

Na Europa (7:51) temos BP em -1,07%, Shell em -0,88% e fechamento de Petrochina com +0,13%.

Viés de baixa, com noticiário político misto, interno da Petrobras positivo, enquanto o exterior indica dia ruim. Também há possibilidade de correção da forte alta de ontem (PETR4).

Minério: a Vale anunciou ontem que sua produção de minério de ferro cresceu 4,9% no ano de 2018, atingindo 384,6 milhões de toneladas.

Dólar estava -0,001% as 7:45, cotado a R$ 3,8769, após fechar o dia anterior em R$ 3,8768 (+0,56%).

Na Europa (bolsa de Londres), Anglo American com -0,61%, Rio Tinto em +0,34% e BHP em -0,02%, as 7:52.

Viés de baixa moderada, com dados positivos do ano passado que não devem se repetir esse ano, por causa das paralizações de produção. No exterior não parece que teremos um dia bom para o minério também, com queda dos pares, enquanto o minério de ferro negociado na China não variou no dia de hoje (0,00%) (VALE3/BRAP4).

Siderurgia:

Em Londres, ArcelorMittal em -0,41% (07:53). Na Ásia, Nippon Steel, do Japão, fechou variando -1,34%, enquanto na China Hesteel e Baoshan fecharam em +1,19% e +0,42%, respectivamente

Viés baixa moderada, com dia misto no exterior, tanto os pares quanto nos preços do vergalhão de ferro, por isso tensão geral deve imperar (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp: a maior empresa de celulose do mundo, a Suzano, informou que deverá se manter foco em desalavancagem e na redução de custos (estimada redução de 13,5 bilhões de dólares em dívidas para 10bilhões), ao passo que tenta se aproximar seus títulos aos rivais globais. Suzano também estaria próxima alcançar grau de investimento das agências classificadoras de risco.

Dólar estava -0,001% as 7:45, cotado a R$ 3,8769, após fechar o dia anterior em R$ 3,8768 (+0,56%).

Pulp & Paper Index Price variou -0,79%, fechando a 593,57.

Dos principais pares, o japonês Oji Paper variou -1,41%, enquanto os pares europeus Stora Enso estava em +0,48% e UPM em +0,01%, as 7:49.

Para hoje, acreditamos no viés de alta moderada, com dia misto nos similares no exterior e expectativa de absorver parte da alta do dólar de ontem (SUZB3/KLBN11/DTEX3).

Bancos:

Viés de baixa moderada, com o movimentação mista externa, apesar dos EUA indicarem um começo de dia mais negativo (BBAS3/ITUB4/BBDC4).

Riachuelo GUAR3 – Guararapes fechou 2018 com lucro 116,66% maior que o ano anterior, com saldo de 1,24 bilhões de reais, enquanto a receita líquida subiu 11,61% (7,19 bilhões), também na comparação do saldo anual. O lucro líquido cresceu 209,53% na comparação do último trimestre de 2018 com 2017. Expectativa de alta.

OI Telecom OIBR3 - empresa divulgou prejuízo no 4T18 de R$ 3,3 bi. O EBIDTA da empresa caiu -3,2%, R$ 1,2 bi. Em termos operacionais as dificuldades para Oi ainda não estão superadas. Expectativa é de baixa no pregão de hoje

 

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Shin Lai declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar