As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

 

Escrito por:

Gabriel Cavaretto, Ricardo Walendorff e Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

Dia com diversos resultados na Ásia.

Tivemos na China, a divulgação da variação de Investimentos em Ativos Fixos (anual/set), atingindo +5,4% (expectativa de manter +5,3%), Produção Industrial (anual/set) com +5,8% (expectativa de +6%) e Vendas no Varejo (anual/set) com +9,2% (expectativa de manter +9%). Completando o dia, recebemos os resultados do PIB (3º trimestre), com variação anual em +6,5% (expectativa de +6,6%) e trimestral de +1,6% (expectativa de +1,6%), e a Taxa de Desemprego que reduziu para 4,9% (anterior a 5%).

No Japão, destaque para o IPC, que apresentou alta de +1% no mensal e de +1,2% no anual (set), enquanto o núcleo anual subiu também +1%, seguindo as expectativas.

Com resultados mistos e PIB mais fraco (menor crescimento desde 2009) na China, enquanto o Japão não surpreendeu com o IPC, mercados asiáticos começara o dia tensos, influenciados também pelo fechamento em baixa nos EUA, após impactos na estabilidade econômica mundial.  Entretanto, com o desenrolar do dia e equipe econômica da China pedir confiança para novos estímulos ao crescimento, mercados asiáticos fecharam majoritariamente em alta, Xangai com +2,58%, Hong Kong +0,42%, enquanto Tóquio caiu -0,56%.

Europa

No velho continente, resultados interessante apenas na UE, com Transações Correntes de agosto atingindo o saldo de 23,9 bilhões (expectativa de 21,4 bilhões), sendo 20,50 bilhões o saldo sem ajuste.

Mercados começam o último dia da semana com predominância positiva, provavelmente puxadas pela alta asiática. Londres abriu em +0,24%, Paris -0,55% e Frankfurt +0,08%. Durante a produção deste relatório, todas as principais bolsas navegavam em perdas, que segundo analistas europeus, se deve a percepção de dificuldades para o crescimento mundial e principalmente pelo orçamento italiano que teve que ser rejeitado pela Comissão Europeia, por ter planos de gastos “jamais vistos” e com “sérios problemas”.

 

Economia nos EUA

Ontem as bolsas dos norte-americanas foram afetadas pela condições negativas externas, com preocupações vindas da Europa, especificamente do orçamento italiano, e do estremecimento das relações entre EUA e Arábia Saudita, mesmo após Trump afirmar que busca não punir os norte-americanos com sanções aos sauditas em áreas importantes para a economia interna (comprar petróleo e vendar armas).

Dia chama atenção apenas para discursos de membro do FOMC e a divulgação do número e variação das Vendas de Casas Usadas (set), com expectativa de 5,31 milhões para o primeiro e -0,7% para o segundo.

 

Para os resultados trimestrais de hoje, destacamos: Procter & Gamble, Schlumberger e Honeywell.

 

Futuros operavam em alta as 7:45h de hoje, com Nasdaq +0,35%, Dow Jones +0,20% e S&P +0,16%.

 

Treasuries e VIX nos EUA – 7:45

Treasuries operavam em alta, com +0,02% para 2 anos, e +0,06% para 10 anos (3,177). Enquanto isso, o Vix futuro estava em +0,0 e CBOE vix em -1,25%.

Pela movimentação positiva dos futuros e dos  yield, enquanto os indicadores volatilidade (vix) operaram também em baixa, cenário de abertura da bolsa norte-americana diverge do mundo, com viés mais positivo, apesar de ser fraco.

 

Economia Nacional

Com agenda econômica fraca, apenas destacamos a decisão do Governo em manter o leilão da distribuidora de energia no Amazonas, agendada para dia 25 deste mês, pois o projeto rejeitado pelo Senado era apenas para deixar “mais atrativa” para os interessados.

Política Nacional

Na quinta-feira começou uma grande polêmica sobre Bolsonaro. Segunda uma reportagem da Folha de SP, empresários teriam bancado a compra e distribuição de mensagens contra o PT, tudo via Whatsapp. A reportagem inclusive informa que cada “pacote” custaria em torno de 12 milhões de reais.

Segundo a Reuters, existe seria possível a justiça aplicar alguma medida contra a campanha do candidato do PSL, mesmo sem o conhecimento da equipe do mesmo, pois teria a chance do ocorrido afetar os resultados das eleições, mesmo com informações fontes do MP afirmando que "tecnicamente" não considera o repasse de informações por WhatsApp de impulsionamento de conteúdo.

Em entrevista no Rio de Janeiro, o presidente do PSL, Gustavo Bebianno, afirmou que essas acusações da Folha, que seguiram inflamadas pelo PT, são caluniosas e configuram crime, que poderá processar o PT e Haddad por tentarem criar um fato novo, irreal, em período próximo a derrota iminente nas urnas. Bebianno ainda completou informando que Bolsonaro não irá em nenhum debate nesta corrida eleitoral.

Aguardamos assim as apurações do MPE (Ministério Público Eleitoral) para interpretarmos melhor quais os efeitos práticos na corrida eleitoral, pois a cada choque negativo, Bolsonaro tem crescido, mas esse parece ser mais preocupante.

Recomendações Diárias Fundamentalistas

Recomendações fundamentalista

O Ibovespa futuro sinaliza que teremos um pregão de alta +1,30%, entretanto, a sinalização de que Ilan Goldfajn possa deixar a cadeira do Banco Central, assim o tripé macroeconômico: câmbio flexível, meta de inflação e meta fiscal ficará a cargo de outra pessoa que não se sabe, o que traz incertezas, e isto pode reverter a alta apontada nos futuros. A pergunta que fica por que ele não quer estar com Bolsonaro e quem o substituiria? Ações dolarizadas podem se sair melhor neste cenário

DJ Commodities em +0,16% as 7:45

Petróleo: sem novidades para o setor.

Futuros do petróleo subiram durante sessão asiática.

Brent em +0,88% e WTI em +0,60% as 7:45 desta manhã.

Na Europa (7:30) temos BP em +0,74%, Shell +1,13% e Petrochina +1,79%

Viés de alta moderada, com setor externo positivo enquanto a se espera boa tensão interna (PETR4). Podendo reverter a alta pelos fatores mencionados acima

Minério: sem novidades relevantes para o setor, além dos impactos da China.

Minério de ferro fechou a 523,50 na China, com variação de +1,85%.

Dólar estava +0,01% as 7:45, cotado a R$ 3,73. Ontem houve uma pequena alta, fechando a R$ 3,7253.

Na Europa, Anglo American com +0,07%, Rio Tinto em -0,75% e BHP em -0,03%, as 7:30.

Viés de alta moderada,considerando bons preços, possibilidade de dólar maior, mesmo com pares europeus predominantemente negativos (VALE3/BRAP4).

Siderurgia: ontem os EUA entraram com um pedido para o OMC elaborar um painel de solução sobre a questão do aço e alumínio, que após os norte-americanos informarem tarifas para estes produtos, começou uma grande retaliação internacional, destacando-se a China, a UE, o Canadá e o México.

A quinta-feira também chamou atenção pela queda das ações da maior siderúrgica dos EUA, a Nucor, após resultados bem abaixo do esperado, que pode terem sido influenciados pelo excesso de oferta.

Em Londres, ArcelorMittal em -2,27% (7:32). Na Ásia, tivemos o fechamento de Nippon Steel com 0,0%, Hesteel +2,03% e Baoshan +3,20%.

Para hoje, o viés de baixa moderada, considerando a possibilidade do setor absorver tensão interna, dos EUA e da Europa, não sendo a alta asiática suficiente para reverter o pessimismo (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp: sem notícias para o setor.

Dólar estava +0,01% as 7:45, cotado a R$ 3,72. Ontem fechou em alta de +0,92%, fechando a R$ 3,72, mostrando novamente dificuldades em se manter abaixo dos 70 centavos.

Pulp & Paper Index Price fechou o dia com -1,32%, atingindo 609,50.

Par japonês Oji Paper fechou em -1,39%, enquanto o par europeu, Stora Enso estava em -1,22% as 7:34.

Para hoje, acreditamos em um viés de alta moderada, pois ações performam melhor em momento mais tensos, como esperamos para hoje (SUZB3/FIBR3/KLBN11).

Bancos: sem novidades para o setor.

Com expectativa de dia mais tenso no país, o viés é de baixa (BBAS3/ITUB4/BBDC4)

CESP (CESP6) – Fontes indicam que o governo paulista tentará vender a Cesp em leilão . Viés de alta

 

 

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Ricardo Walendorff declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar