As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

 

Escrito por:

Gabriel Cavaretto, Ricardo Walendorff e Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

Hoje os mercados asiáticos foram marcados por menor volume de negócios pelo feriado no Japão e a manhã de feriado nos EUA, e fecharam em baixa generalizada, com destaque para Xangai em -2,495 e Hong Kong em -0,35%. As principais influências foram os futuros de NY operando em baixa, trajetória incerta e de tendência de baixa do petróleo, juntamente com poucos indicativos de acordo entre EUA e China, não agradaram o mercado.

 

Europa

R. Unido e UE conseguiram fechar um esboço de um texto para o Brexit, apesar de algumas pendencias que deverão ser resolvidas até a data final. Esta notícia de quinta-feira, impulsionou a libra esterlina, graças ao alívio dos investidores em saber que durante a transição, que deve durar até 2020, será mantido a relação comercial entre o bloco e o R. Unido.

--

Resultado interessante para a Europa neste fechamento de semana.

Na Alemanha, foi divulgado o PIB do terceiro trimestre, com variação trimestral de -0,2% (expectativa de -0,2%) e anual de +1,1% (expectativa de +1,1%). Ainda durante a manhã, foi divulgado as prévias dos PMIs de novembro, com o Composto em 52,2 (expectativa de piora para 53,2), Industrial em 51,6 (expectativa de manter em 52,3) e de Serviços em 53,3 (expectativa de piora para 54,6).

Na França também tivemos a divulgação das prévias dos PMIs, com o Composto em 54,0 (expectativa de piora para 53,9), Industrial em 50,7 (expectativa de piora em 51,3) e de Serviços em 55,0 (expectativa de piora para 54,9).

Igualmente às duas principais economias europeias, a UE também divulgou as previas dos PMIs, com o Composto em 52,4 (expectativa de piora para 53,0), Industrial em 51,5 (expectativa de manter em 52,0) e de Serviços em 53,1 (expectativa de piora para 53,6).

Mercado europeus abriram o último dia da semana majoritariamente em alta moderada, com Frankfurt em +0,1%, Paris em +0,09%, enquanto Londres estava na contramão em -0,08%. Com os resultados fracos dos PMI da UE e da Alemanha, enquanto o da França veio acima do esperado, os mercados apresentavam melhora generalizada, com todas as principais bolsas em altas (próximo as 7 horas), influenciados também pela melhora no otimismo do Brexit e fatores internos.

Economia nos EUA

Quanto mais se chega perto do encontro do G20 no final do mês, menos se acredita em um acordo entre os EUA e China neste encontro, principalmente pelo aumento da tensão dos últimos dias, que foi aumentada com a tentativa dos EUA de convencer aos aliados, Alemanha, Japão e Itália, a deixarem de utilizar equipamentos de telecomunicação da chinesa Huawei, por possíveis riscos à segurança cibernética.

Seguindo o calendário mundial, os EUA também divulgaram as prévias PMIs, com o Composto com expectativa de melhora para 56,0, Industrial com expectativa de manter em 55,7 e de Serviços com expectativa de melhora para 54,9.

--

Feriado na parte da manhã deve influenciar o volume dos mercados internacionais, melhorando um pouco durante a tarde, apesar de voltar ao normal somente na semana que vem.

Futuros operavam em baixa as 7:45h de hoje, com Nasdaq -0,22%, Dow Jones -0,22% e S&P -0,12%.

Treasuries e VIX nos EUA – 7:45

Treasuries operavam relativamente em alta, com +0,43% para 2 anos, e +0,0% para 10 anos (3,061). Enquanto isso, o Vix futuro estava em -0,45% e CBOE vix em +1,63%.

Pela movimentação negativa dos futuros, mais positiva dos yield, enquanto os indicadores volatilidade (vix) operavam sem uma direção definida, cenário de abertura da bolsa norte-americana é confuso, dificultando a indicação de uma direção da abertura.

Economia Nacional

Ontem o monitor do PIB da FGV indicou que o PIB nacional cresceu 1,7% no terceiro trimestre, ao comparar com 2017, com todos os setores crescendo, exceto e de construção. Na comparação mensal, a alta foi de 0,4% de agosto para setembro (dados oficiais apenas em 30 de novembro - IBGE). Este resultado seria a sétima taxa positiva desde a última recessão.

Hoje teremos a divulgação do IPCA-15 de novembro, as 8 horas, trazendo a expectativa de alta de 0,24% na variação mensal e se espera a variação de 4,44% no anual, com ambos com os últimos dois resultados abaixo do esperado.

Ao meio-dia, o CAGED divulgação o Índice de Evolução de Emprego de outubro, assegurando os dados divulgados na quarta-feira. O índice do último mês, apresentou a criação de 137,34 postos de trabalho, sendo a o oitavo mês positivo no ano (único negativo foi de junho, com provável impacto da greve dos caminhoneiros). No mesmo horário, ainda teremos a Receita Tributária Federal com o último resultado sendo de 110,66 bilhões.

Política Nacional

Ontem o atual Ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, afirmou que o governo focará na sua atuação com o Congresso nas tentativas de aprovação da revisão da cessão onerosa e o projeto de independência do Banco Central.

--

Ricardo Velez Rodriguez anunciado por Bolsonaro como seu novo Ministro da Educação. Ricardo é professor emérito da Escola de Comando e Estado Maior do Exército, sendo pós doutor e com experiencia de docência e gestão, segundo o próprio futuro presidente.

--

Como o governo nacional não está mais contando com a privatização da Cesp ainda neste ano, houve um corte de previsão de receita de 1,243 bilhões de reais para este ano, juntamente com a queda da arrecadação no IPI e da exploração de recursos naturais. Com isso, foi anunciado na quinta-feira a necessidade de contingenciar 2,3 bilhões de reais do Orçamento para cumprir a meta fiscal deste ano.

Recomendações Diárias Fundamentalistas

Recomendações fundamentalista

A que tudo indica vamos caminhar para um pregão de queda com os futuros do Ibovespa apontando queda de -0,43%.

O que acreditamos ser factível dado o fechamento em queda da bolsa de Xangai

O futuros americanos também apontam para queda ao redor de -0,4% (S&P 500) 

DJ Commodities em -1,16% as 7:45

Petróleo: o projeto da cessão onerosa já está no Senado. Enquanto não é votado, é discutido o quanto será distribuído aos estados. O percentual dos governadores estaria avançando para um consenso de 20%.

O Futuro presidente da petroleira nacional afirmou ontem que acredita que o preço atual do petróleo está seguindo a média praticada pelo mercado internacional, afirmando também que ainda vai examinar a forma como esse preço é cobrado.

Futuros do petróleo caíram durante sessão asiática.

Brent em -1,01% e WTI em -2,49% as 7:45 desta manhã.

Na Europa (7:30) temos BP em +0,3%, Shell em -0,46% e fechamento de Petrochina com -1,16%.

Viés de baixa moderada, com influências externas predominantemente negativas e noticiário interno animador, mas de pouco impacto atual (PETR4).

Minério:

Ontem a moeda norte-americana subiu 0,35% em relação ao real, fechando a R$ 3,80. Hoje as 7:45 estava em -0,01% as 7:45, cotado também R$ 3,80.

Na Europa (bolsa de Londres), Anglo American com -0,83%, Rio Tinto em -1,1% e BHP em -1,81%, as 7:32.

Viés de baixa, com setor externo do minério negativo e pouca mudança interna (VALE3/BRAP4).

Siderurgia: Ontem a Gerdau anunciou que projeta margens elevadas no mercado de aço dos EUA, com o spread podendo chegar a 40%, seguindo os reflexos das políticas protecionistas de Trump. Também foi informado que a companhia terminou o processo de vendas de ativos, iniciado em 2014.

Ontem também foi divulgado que as vendas de aço plano por distribuidores do Brasil subiram 0,6%, para o mês de outubro na comparação anual, na comparação anual, o aumento foi de 4,1%.

Em Londres, ArcelorMittal em -0,01% (7:33). Na Ásia, tivemos o fechamento de Hesteel -2,9% e Baoshan -2,2%.

Viés baixa moderada, pela dominância negativa do setor externo, enquanto as notícias positivas já teriam sido digeridas pelo mercado (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp:

Ontem a moeda norte-americana subiu 0,35% em relação ao real, fechando a R$ 3,80. Hoje as 7:45 estava em -0,01% as 7:45, cotado também R$ 3,80.

Sem Japão, tivemos apenas os pares europeus, com Stora Enso em +0,0% e UPM em -1,24%, as 7:34.

Como as ações começaram a seguir o esperado, ou seja, subir com o dólar, acreditamos que hoje teremos um viés de alta moderada, pela alta do dólar, levando a moeda em preços acima de 3,80, além de setor externo não trazer muitos impactos com as bolsas japonesas fechadas (SUZB3/FIBR3/KLBN11).

Bancos:

O economista indicado para assumir o Banco do Brasil, Rubem de Freitas Novaes, afirmou ontem que a sua gestão buscará maior eficiência, enxugamento e privatizar tudo aquilo que for possível. A possibilidade de total privatização ainda não está no radar de R. Novaes, que considera muito prematuro afirmar com detalhes o que será feito. A boa notícia para os investidores foi a informação de que será usado os mercados de capitais neste processo de privatização, possibilitando assim, maiores especulações dos investidores. Viés de alta para BBAS3. Se abrir com gap de alta, acreditamos na reversão do viés.

Em dia de movimentação confusa para as bolsas de NY e de movimentação difícil internamente, acreditamos em baixa moderada para o setor como um todo (BBAS3/ITUB4/BBDC4).

Lojas Riachuelo (GUAR3) anunciou a transformação da Midway Financeira em Banco, o objetivo, de acordo com a varejista é melhorar o atendimento dos clientes. Acreditamos em um possível viés de alta pela melhora institucional do negócio bancário

Saraiva ( SLED4) a varejista de livros anunciou pedido de recuperação judicial. Acreditamos que o impacto para as ações seja neutro, já que no curto prazo não altera a estrutura do negócio em si

 

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Ricardo Walendorff declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar