Boletim Eletrônico - Número 75, 18 de Dezembro de 2019

Com Simone Tebet, CCJ imprime ritmo rápido de votações

A primeira mulher a presidir a Comissão de Constituição e Justiça do Senado (em 193 anos de história) imprimiu alta produtividade ao colegiado. Sob o comando da senadora Simone Tebet (MDB-MS), a comissão realizou 78 reuniões, 29 audiências públicas e deliberou sobre 580 proposições entre projetos de lei, Propostas de Emendas à Constituição, projetos de resolução, requerimentos, ofícios, etc.

Entre os temas que passaram pela CCJ em 2019 estiveram a Reforma da Previdência, a PEC Paralela, a criminalização do Caixa 2, a prisão após condenação em segunda instância, o pacote anticrime, a transformação do feminicídio em crime imprescritível, entre outros temas nas áreas econômica, social, jurídica e administrativa.

Liderança consolidada

A atuação da senadora foi reconhecida pelos colegas da Comissão de Constituição e Justiça. Ao ser eleita, Simone disse que atuaria com isenção e que não deixaria projetos na gaveta. O perfil disciplinado de Simone foi destacado pelos membros do colegiado. Simone ressaltou que foi um ano difícil, de pautas muito importantes para o País, e que o êxito da CCJ se deu pela colaboração de seus integrantes.

“Na presidência da

CCJ, represento todas

as mulheres

brasileiras”

Convenção MDB MS

A senadora Simone Tebet participou da convenção estadual do MDB de Mato Grosso do Sul no último domingo, dia 15, quando Júnior Mochi foi eleito para presidir o partido no Estado.

Facebook Twitter Youtube Instagram

MailerLite