As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

Escrito por:

Gabriel Cavaretto, Ricardo Walendorff e Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

Hoje o governo chinês recebeu bem o convite dos EUA para uma nova rodada de negociação comercial, em momentos em que Trump prepara novas tarifas sobre produtos chineses (melhor descrito em Economia dos EUA). O governo chinês se mostrou aberto principalmente por defender que um conflito comercial não trará benefícios para ninguém.

Nenhum resultado relevante para os mercados asiático no dia de hoje, contando apenas com a notícia supracitada e fatores internos. Desta maneira, ações fecharam em alta considerável, com forte alta em Hong Kong, +2,54%, e Xangai com +1,15%, com a primeira sendo guiada pelo setor petroleiro, enquanto a segunda teve maior influência do setor de energia, seguradoras e telecomunicações.

 

Europa

Economia monetária e inflação como destaque para os resultados europeus de hoje.

Tivemos a divulgação do IPC mensal e anual (ago) para Alemanha e França. O primeiro, país apresentou resultados dentro da expectativa, com +0,1% para o mês e de 2% para o ano, enquanto a França também seguiu o esperado, com +0,5% para o mês e +2,3% para o ano. Em ambos os países também tivemos o Índice de Preços ao Consumidor Harmonizado (mensal de ago), com Alemanha apresentando 0,0% (expectativa de +0,4%) e França com 0,5% (expectativa de +0,6%).

Ainda no bloco do euro, as 8:45, teremos a decisão da Taxa de Juros (expectativa de manter em 0,00%), a Taxa de Facilidade Permanente de Depósito e Permanente de Cedência de Liquidez, com o primeiro sendo esperado em -0,4% e o segundo em +0,25%. Com estas medidas, o BCE deve demonstrar que está seguindo o plano de redução lenta dos estímulos, enquanto se prepara para aumentar os juros na metade do próximo ano, enquanto a economia da zona do euro apresenta recuperação da inflação e crescimento relativamente saudável.

Fora da zona do euro, tivemos os votos para decidir a política monetária no R. Unido, mantendo a expectativa de maioria (unânime) de manter os juros a 0,75%.

 

Com os resultados ocorridos no início do dia, mercados europeus abrem dúbios, com Frankfurt subindo (+0,56%), enquanto as demais bolsas estavam em leve queda, não seguindo otimismo asiático.

 

Economia nos EUA

Ontem a administração de Trump entrou em contato com a China para terem uma nova rodada de negociação comercial, ao mesmo tempo que os EUA se preparam para aplicar novas tarifas de 200 bilhões de dólares em produtos chineses. Gostaríamos de lembrar de autoridades de segundo escalão se reuniram nos dias 22 e 23 de agosto, apesar de não chegarem em nenhum acordo.

Hoje as 09:30, teremos os números de Pedidos Iniciais e Contínuos por Seguro-Desemprego, com expectativas de aumento para ambos, esperando 210 mil para o primeiro e 1.710 mil para o segundo. No mesmo horário serão divulgados o IPC mensal e anual (ago), com expectativa de +0,3% para o primeiro e de +2,8% para o segundo, além do IPC núcleo, com expectativa de +0,2% para o mensal e de +2,4% para o anual.

Finalizando os resultados do dia, as 15:00 será divulgado o Balanço Orçamentário Federal de agosto. Se espera uma piora em relação ao anterior (-77 bilhões), com -156,5 bilhões.

 

Futuros operavam em alta as 7:45h de hoje, com Nasdaq +0,38%, Dow Jones +0,25% e S&P +0,22%.

 

Treasuries e VIX nos EUA – 7:45

Treasuries operavam em alta, com +0,61% para 2 anos, e +0,49% para 10 anos (2,977). Enquanto isso, o Vix futuro estava em -1,78% e CBOE vix em -2,82%.

Pela movimentação positiva dos futuros e dos yields, enquanto os indicadores volatilidade (vix) se movimentam em baixa, cenário de abertura da bolsa norte-americana é mais otimista, com conversão de todos os parâmetros coincidindo.

Economia Nacional

Em entrevista, o ministro da Fazenda Eduardo Guardia, informou que o Brasil deve seguir tendência mundial de redução de Imposto de Renda sobre as empresas, seguindo assim a média mundial, que é 22%, enquanto no Brasil se paga 34%. Especificando melhor, o ministro afirmou que se espera apenas o resultado das eleições para a equipe econômica enviar para o congresso duas medidas tributárias prioritárias: reforma do PIS/Cofins e redução de IR de pessoas jurídicas.

Apesar da notícia relevante de redução de impostos, não acreditamos que terá impacto para os mercados no dia de hoje, pelo momento político mais intenso que estamos presenciando.

As 9 horas de hoje, teremos a divulgação da variação das Vendas no Varejo, com expectativa de melhor em +1,2% para o anual e de melhora de +0,3% para o mensal.

Política Nacional

Política nacional

Investimentos previsto no Orçamento Geral da União para 2019 cairão novamente, reservando apenas 27 bilhões de reais, chegando no menor nível desde 2006, como foi revelado pelo Instituto Fiscal Independente (IFI).

Ontem o ministro E. Fachin, ministro do STF, concedeu o prazo de 15 dias para que a PGR (Procuradoria Geral da República) decidir se denuncia os acusados ao STF, se solicita o arquivamento do inquérito ou ainda se aguarda o término do mandato do presidente e envia a investigação para a primeira instância da justiça.

 

Recomendações Diárias Fundamentalistas

DJ Commodities em -0,09% as 7:45

Petróleo: ontem, foi apurada uma forte queda dos estoques de petróleo, seguindo o informado no relatório anterior, apresentando saldo de -5,29 milhões, bem menor que a expectativa de -1,3 milhões. Este fator influenciou o bom fechamento das ações do setor no dia de ontem.

Hoje a Agencia Internacional de Energia (AIE) informou que os países membros da OPEP aumentaram a produção de petróleo em agosto, compensado mais do que a queda da oferta do Irã. A alta estimada é de 420 mil barris por dia (bpd), chegando em 32,63 milhões bpd.

Brent em -0,66% e WTI em -1,26% as 7:45 desta manhã.

Na Europa (7:35) temos BP em -0,27%, Shell -0,47% e Petrochina fechando em +3,14%.

Viés de queda moderada, com exterior corrigindo as últimas altas e petróleo em queda, além da notícia de maior produção (PETR4).

Minério: continuando com o caso da Elétron que impacta a Bradespar (BRAP4), a Litel informou ontem que o depósito de 4,5 bilhões foi prorrogado para 1º de outubro e ainda não temos a definição de nenhum acordo. Lembramos que estão tentando um acordo desde o início da semana.

Sem notícias impactantes para o setor, ações devem absorver movimentação internacional, juntamente com desempenho do dólar e do minério em si.

Minério de ferro fechou em +1,94%, 498,50, na China.

Dólar estava 0,00% as 7:45, cotado a 4,1606, após alta de 0,87% de ontem.

Na Europa, Anglo American com +1,0%, Rio Tinto em +1,15% e BHP em +0,13%, as 7:39.

Viés de alta para Vale3, por não apresentar mudanças relevantes no setor interno e nova alta de pares internacionais, enquanto se espera outro dia negativo para BRAP4.

Siderurgia: sem novidades relevantes para o setor de maneira geral, ações devem seguir movimentação geral da bolsa nacional e principalmente os pares internacionais.

Em Londres, ArcelorMittal em -0,74% (7:43). Pares na Ásia, Nippon Steel +0,83% e Hesteel -0,33%.

Viés baixa moderada, com movimento mais negativo no exterior e nenhuma mudança relevante interna (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp: sem novas notícias e resultados para o setor, ações devem seguir movimentação internacional e as expectativas para o dólar e as empresas em si.

Dólar estava 0,00% as 7:45, cotado a 4,1521, após alta de 0,38% no dia de ontem e 1,63% comparando com o fechamento de ontem.

Dólar estava 0,00% as 7:45, cotado a 4,1606, após alta de 0,87% de ontem.

Par asiático Oji Paper em +0,25% e par europeu Stora Enso em -0,32% as 7:40.

Viés de alta moderada, seguindo movimentação externa mais positiva, alta do dólar e possibilidade de breve interrupção do movimento de baixa (SUZB3/FIBR3/KLBN11).

Bancos: trazemos apenas a notícia de ontem de que o banco BMG está em processo de preparação para abertura de capital, IPO, e estima-se uma movimentação de 1 bilhão a 1,5 bilhão de reais.

 Sem novidades impactantes para o setor bancário, desta maneira as ações devem seguir a conjuntura econômica projetada pelos agentes na bolsa de valores.

Banco do Brasil (BBAS3) divulgou nota sobre a reforma da Cassi (Caixa de Assistência aos Funcionários), que custará em R$ 300 mi, para melhoria em governança. O banco mencionou que os valores não têm nenhum impacto na meta do ano. Efeito nulo.

Viés alta modera, pela chance de seguir a abertura positiva dos EUA e de recuperar a baixa de ontem com a notícia de pagamento da JBS (descrita abaixo) (BBAS3/ITUB4/BBDC4).

Extra 1: JBSS3 – o grupo JBS concluiu o pagamento antecipado da parcela de 2 bilhões de reais de dívidas para bancos brasileiros, dentre os principais se destacam: Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, Citi e Santander. A parcela faz parte de um acordo fechado por volta de julho do ano passado, para estabilizar por 12 meses a dívida de 20,5 bilhões de reais. Consideramos positiva a notícia. Viés de alta.

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Ricardo Walendorff declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar