As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

 

Escrito por:

Gabriel Cavaretto, Ricardo Walendorff e Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

A China divulgou hoje que atraiu US$ 11,46 bilhões em investimento estrangeiro direto em setembro, sendo esta uma alta de +8,3% na comparação anual e +2,9% na mensal.

Destaque asiático ficou com os resultados da Balança Comercial do Japão, com saldo de 140 bilhões em setembro (expectativa de -50 bilhões), e -0,24 trilhões para o ajustado (expectativa de -0,34 trilhões). Desta maneira houve um crescimento das importações (anual/set) na ordem de 7% (expectativa de +13,7%) e decrescimento das exportações (anual/set) na ordem de -1,2%% (expectativa de +1,9%). Resultado veio bem acima do esperado, apesar da variação do valor total das importações e exportações decepcionar.

Mercados asiáticos fecharam a quinta-feira no vermelho, influenciadas por alguns fatores internos e principalmente pelo recado hawkish (aperto monetário) do Fed a partir das atas divulgadas ontem. Destacamos as principais bolsas, com queda de -0,8% em Tóquio, -2,94% em Xangai e -0,03% em Hong Kong.

Europa

Destacamos apenas os resultados da Venda de Varejo no R. Unido (setembro). A variação mensal foi de -0,8% (expectativa de -0,4%) e anual de +3% (expectativa de +3,6%). Para o núcleo, foi levantado a variação de -0,8% no mensal (expectativa de -0,4%) e de +3,2% no anual (expectativa de +3,7%). Novamente a economia do R. Unido mostrando-se mais fraca.

Mercado europeus abriram com a maioria das bolsas seguindo o fechamento negativo da Ásia. Dentre as principais, destacamos a queda de -0,17% em Frankfurt e -0,12% em Londres, enquanto Paris subia +0,10%. Apesar do início ruim, durante a produção deste relatório, com a expectativa de rejeição do orçamento italiano e da possibilidade do Brexit ser estendido, ou seja, manter o R. Unido na UE até 2021 ou mais, além de fatores internos, todas as 3 principais bolsas estavam em alta, das quais, a de Londres que mostrava mais dificuldade em se manter no positivo (resultados ruins influenciando)

Economia nos EUA

Ontem tivemos acesso a informações (atas) de que o Fed tem membro unidos no entendimento da necessidade de elevação dos juros, ou como informam, os custos de empréstimos, apesar da visão crítica de Trump. As decisões têm embasamento nos bons resultados da economia norte-americana e possibilidades reais de aumento inflacionário.

Nas atas, o Fed também informou que apesar de realmente terem ocorridos quedas bruscas das reservas bancárias (redução de mais de 500 milhões de dólares), não se mostram preocupados, pois a consideram temporária e “não parece ter nenhum efeito sobre os fundos de mercado federais”.

Ontem também tivemos a declaração de Trump sobre o orçamento. Enfrentando o maior déficit em 6 anos, o presidente disse em seu gabinete que deseja apresentar uma proposta mais enxuta, com redução de pelo menos 5%, sendo estes orçamentos do ano de 2020.

--

As 09:30, teremos os números de Pedidos Iniciais e Contínuos por Seguro-Desemprego, com expectativas de aumento para ambos, esperando 210 mil para o primeiro e 1.665 mil para o segundo, com expectativas de melhora apenas para os iniciais.

Também as 9:30 foi divulgado o Índice de Atividade Industrial do Fed de Filadélfia (out), que após bom resultado anterior, espera-se uma queda para 20 (anterior em 22,9).

Dentre os resultados trimestrais de hoje, destacamos as empresas: Blackstone, Bank of NY Mellon, Philip Morris, PPG Industries, Nucor e Travelers, no período matutino e American Express, PayPal, E-Trade, Intuitive Surgical e Skechers no pós fechamento.

 

Futuros operavam em baixa as 7:45h de hoje, com Nasdaq -0,49%, Dow Jones -0,31% e S&P -0,38%

Treasuries e VIX nos EUA – 7:45

Treasuries operavam em alta, com +0,74% para 2 anos, e +1,06% para 10 anos (3,213). Enquanto isso, o Vix futuro estava em +0,92% e CBOE vix em +3,85%.

Pela movimentação negativa dos futuros, positiva dos yield, enquanto os indicadores volatilidade (vix) operaram também em alta, cenário de abertura da bolsa norte-americana predomina clima tenso.

 

Economia Nacional

Ontem saiu o IBC-Br com ajuste sazonal. Diferente do indicado na terça-feira, o índice apresentou um crescimento de +0,47%, superando a expectativa de +0,25%. Na comparação anual, o crescimento foi de 2,5% (sem ajuste sazonal). No acumulado em 12 meses até agosto, a prévia do PIB (indicador dessazonalizado) registrou crescimento de 1,50%

--

Para hoje, teremos apenas os resultados da Receita Tributária Federal de setembro, por volta das 12 horas. No mês anterior o saldo foi de 109,75 bilhões de reais, abaixo do mês antecedente.

Política Nacional

Durante o dia ontem (17), Bolsonaro e Haddad assinaram um Termo de Compromisso de Respeito a Constituição da República Federativa do Brasil. Segundo o presidente da entidade que propôs o termo, a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), a proposta é voltar a campanha de ambos para a discussão “padrão” e questões de governo, saindo do campo do insulto.

Não acreditamos que o termo não mudará as estratégias, mas quem sabe pode suavizar os ataques cruzados verificados durante esse segundo turno

Recomendações Diárias Fundamentalistas

Recomendações fundamentalista

A equipe econômica de Bolsonaro disse que pretende avançar no processo de privatização das estatais usando o mecanismo de golden share.  Sendo assim acreditamos em um viés positivo para as estatais brasileiras: BBAS3, ELET6.

Em MG, Romeu Zema reafirmou o compromisso de privatizar a Cemig (CMIG4)

DJ Commodities em -0,61% as 7:45

Petróleo: sem novidades para o setor.

Futuros do petróleo caíram durante sessão asiática.

Brent em -1,29% e WTI em -1,12% as 7:45 desta manhã.

Na Europa (7:32) temos BP em -0,93%, Shell -0,25% e Petrochina -7,92%

Viés de baixa, com setor externo bem negativo (PETR4).

Minério: Senado aprovou ontem as indicações de três diretorias da Agência Nacional de Mineração (ANM), todos com votação expressiva, com nomes técnicos e com influência política. A ANM é responsável por outorgar e fiscalizar as concessões minerais do Brasil.

Minério de ferro fechou a 514,00 na China, com variação de +0,78%.

Dólar estava +0,01% as 7:45, cotado a R$ 3,73. Ontem houve uma pequena alta, fechando a R$ 3,7253.

Na Europa, Anglo American com -1,24%, Rio Tinto em -0,22% e BHP em -0,84%, as 7:33.

Viés de baixa, considerando pouca novidade interna e exterior ruim (VALE3/BRAP4).

Siderurgia:

Em Londres, ArcelorMittal em +1,05% (7:35). Na Ásia, tivemos o fechamento de Nippon Steel com -0,99%, Hesteel -2,31% e Baoshan -2,97%.

Para hoje, o viés é de baixa, considerando pouca mudança interna e externo ruim (GGBR4/CSNA3/USIM5).

Paper e Pulp: sem notícias para o setor.

Dólar estava +0,03% as 7:45, cotado a R$ 3,69. Ontem fechou em queda de -1,02%, fechando a R$ 3,69, quebrando a barreira de R$ 3,70.

Pulp & Paper Index Price fechou o dia com +1,69%, atingindo 617,65.

Par japonês Oji Paper fechou em +2,06%, enquanto o par europeu, Stora Enso estava em +1,43% as 7:36.

Para hoje, acreditamos em um viés de baixa moderada, com exterior positivo, mas tendência mantida em baixa, sendo reforçada também pelo dólar. (SUZB3/FIBR3/KLBN11).

Bancos:

Com expectativa de dia mais tenso nos EUA e possibilidade de influência direta no Bovespa, um viés inicial de baixa moderada (/ITUB4/BBDC4).

Extra 1: ontem a ANP divulgou os líderes da cadeira de distribuição de diesel no Brasil. A Ipiranga, do grupo Ultrapar (UGPA3) retornou o posto de segundo lugar, ficando abaixo apenas da BR Distribuidora (BRDT3). Em terceiro lugar ficou a Raizen, que é uma joint venture entre Cosan (CSAN3) e Shell.

Extra 2: ELET3 – Fontes indicam que o governo ainda não desistiu do leilão de privatização da distribuidora de energia da Eletrobras no Amazonas, que poderá ocorrer na próxima semana, mesmo com a rejeição do Senado. Viés de alta

BRFoods (BRFS3) a empresa está negociando um acordo de leniência com o Ministério Público (MP). Acreditamos que as ações não são viáveis no curto prazo por conta das dificuldades inerentes da própria empresa, das restrições alfandegárias, e agora um acordo de leniência gera um fardo financeiro adicional para uma empresa frágil. Viés de baixa

 

 

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Ricardo Walendorff declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar