As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

 

Escrito por:

Gabriel Cavaretto, Ricardo Walendorff e Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

Tivemos a Produção Industrial (mensal/ago) no Japão, com +0,2%, enquanto a
expectativa era de +0,7%, igualmente a do mês anterior. Resultado ruim para uma
economia produtiva como a japonesa, apesar de ter ocorrido um aumento da capacidade
instalada em +2,2%.
Bolsas asiáticas fecharam o início da semana no vermelho, com influências que já vem
afetando desde de a semana passada, ou seja, risco de guerra comercial voltar a
aumentar, desempenho mais fraco chinês e nova tendência de juros mais altos nos EUA.
A bolsa chinesa fechou em -1,49%, mesmo com redução do compulsório, Hong Kong
em -1,38% e a japonesa em -1,87%, com destaque para forte queda de Softbank, pela
relação com a Arábia Saudita que está em pressão desde o sumiço de um jornalista
crítico ao governo atual.

Europa
Com nenhuma divulgação importante, principais bolsas do mercado europeu abriram
sem direção única, com Frankfurt com problemas no sistema, adiando a abertura,
Londres com alta de +0,08% e Paris com baixa de -0,04%. As principais influências
foram as preocupações com a Itália e seu orçamento futuro, tensão na Arábia Saudita,

como na sessão asiática, e preocupações com outra frustrada tentativa de acordo para o
Brexit (principal problema é sobre a Irlanda) que deverá ter novidades na quarta-feira.

Economia nos EUA
Destaque para economia na variação da Venda de Varejo (mensal/set), as 9:30, com expectativa de +0,7%, enquanto para o núcleo se espera +0,4%. No mesmo horário teremos o Índice Empire State de Atividade Industrial de NY (out), que mede a atividade/saúde econômica do setor de fabricação, com expectativa de melhorar para 20,40.
As 11 horas, será divulgada a variação dos Estoques das Empresas (mensal/set), com expectativa de +0,5%, ajudando ao mercado a entender como que anda a demanda do mercado consumidor.
Ainda destacamos que nesta semana, teremos o início de divulgações de resultados trimestrais, o que deve atrair a atenção do mercado.
Para hoje, destacamos a previsão de divulgação de Bank of America e Charles Schwab.

Futuros operavam em baixa as 7:45h de hoje, com Nasdaq -0,78%, Dow Jones -0,36% e
S&P -0,45%.

Treasuries e VIX nos EUA – 7:45
Treasuries operavam em relativamente alta, com +0,31% para 2 anos, e +0,35% para 10
anos (3,152). Enquanto isso, o Vix futuro estava em -6,02% e CBOE vix em +4,60%.
Pela movimentação negativa dos futuros, positiva dos yield, enquanto os indicadores
volatilidade (vix) operavam um única direção, cenário de abertura da bolsa norte-
americana é de predominantemente negativo, com expectativas nos balanços e
influencias externas, como os resultados da retaliação cruzada entre Arábia Saudita e
EUA.

 

Economia Nacional

Na quinta-feira passada, o Ibovespa fechou em queda de -0,91%, enquanto o acumulado da semana (mais curta por conta do feriado) fechou em +0,73%. Já a moeda norte-americana fechou o último dia útil da semana em boa alta de +1,55%, mesmo assim o
fechamento da semana foi negativo, com acumulado de -1,59%.
A semana teve um início mais positivo, ainda absorvendo o otimismo por ter Jair Bolsonaro liderando fortemente os votos do primeiro turno, mas a fragilidade da chapa do candidato na liderança, algumas realizações de lucro e deterioração em Wall Street,
influenciaram na reversão do otimismo do início da semana.
--
Durante um encontro do FMI em Bali, o atual presidente do Banco Central brasileiro
afirmou, novamente, que o país está preparado para suportar choques na economia e que a política monetária só será alterada caso mude a perspectiva de análise dos riscos e expectativa de inflação, algo que já mencionamos na semana anterior. O complemento mais relevante veio da explicação que além das reservas internacionais, o país apresenta apenas 12% de investidores estrangeiros na fatia da dívida mobiliária interna, abaixo dos 22,7% das economias emergentes no G20.
--
No início da manhã, teremos a divulgação IBC-Br de agosto, as 8:30, tendo resultado anterior de +0,57%. No acumulado do ano, o índice que é utilizado como uma prévia do PIB nacional, apresenta, até o último resultado, o saldo de -0,23%.
Seguindo com os resultados do dia, as 8:30, teremos o Boletim Focus, trazendo as novas
expectativas para a economia nacional adaptando os acontecimentos recentes, principalmente da queda do dólar.

Política Nacional

Política nacional

Os dois presidenciáveis deram declarações importantes enquanto o mercado estava
fechado.

Bolsonaro informou que se for eleito, no seu primeiro ano de governo deverá votar a Reforma da Previdência, contando que a reforma proposta por Temer no prosperará e fará uma nova, algo que considera muito importante para a situação fiscal do país.


Ainda sobre o candidato do PSL, ele informou que acredita que não haverá tanta oposição em 2019, após bons resultados nas eleições.
Complementando o caso das privatizações da semana passada, Paulo Guedes declarou que é a favor da privatização de parte das distribuidoras de energia, incluindo a Eletrobras. Complementando o caso, Bolsonaro afirmou que concorda com 90% do que seu “conselheiro econômico diz” e que eles não estariam batendo de frente.


Haddad ganhou destaque no fim de semana ao falar da falta de controle que houve nas
estatais durante os governos petistas. Segundo o candidato, os casos de corrupção e
enriquecimentos pessoais ilícitos ocorreram porque não temos um bom controle sobre
as estatais. O petista comentou que durante seu “comando” do M. da Educação, a
controladoria era muito forte, e que deverá passar esse controle para as estatais.

 

Recomendações Diárias Fundamentalistas

Recomendações fundamentalista

DJ Commodities em +0,53% as 7:45

Véspera de feriado deve retirar volume. Mercado não aceitou muito bem as falas do futuro presidente, de caráter pouco reformista, hoje deve continuar digerindo

Evitar ações estatais depois das falas do presidenciável Jair Bolsonaro mencionar que descarta uma privatização generalizada em seu governo Petrobras, Banco do Brasil (BBAS3), Banrisul  (BRSR6), Eletrobras (ELET6) .

Ações dolarizadas voltaram ao radar positivamente, principalmente de exportadoras como Suzano, e Vale

Recomendações fundamentalista

DJ Commodities em +0,41% as 7:45
Petróleo: sem novidades para o setor.
Brent abriu em alta na bolsa de Londres.
Brent em +0,82% e WTI em +0,53% as 7:45 desta manhã.
Na Europa (7:30) temos BP em +0,18%, Shell +0,67% e Petrochina -0,90%.
Viés de alta, com expectativa seguir dia mais positivo, mesmo que fraco, no exterior e pouca mudança do cenário interno (PETR4).


Minério: sem novidades para o setor.
Minério de ferro fechou a 513,00 na China, com variação de -0,10%.
Dólar estava +0,00% as 7:45, cotado a R$ 3,78. Mostrando resistência em permanecer abaixo de 3,75
Na Europa, Anglo American com -0,58%, Rio Tinto em +0,34% e BHP em -0,61%, as 7:32.

Viés de baixa moderada, com expectativa seguir movimentação externa e pouca
mudança interna (VALE3/BRAP4).

Siderurgia: sem novidades para o setor.
Em Londres, ArcelorMittal em -1,67% (7:33). Na Ásia, tivemos o fechamento de
Nippon Steel com -0,75%, Hesteel -3,47% e Baoshan -2,41%.
Viés baixa, com expectativa de seguir o dia tenso das ações no exterior (GGBR4/CSNA3/USIM5).


Paper e Pulp: sem novidades para o setor.
Dólar estava +0,00% as 7:45, cotado a R$ 3,78. Mostrando resistência em permanecer
abaixo de 3,75 Pulp &; Paper Index Price fechou o dia com leve baixa de -1,09%, atingindo 606,20.


Par japonês Oji Paper fechou em -1,39%, enquanto o par europeu Stora Enso estava em
-2,15% as 7:35.


Viés de alta moderada, pela possibilidade de um tensão maior ajude as ações subirem,
mesmo com o exterior negativo. (SUZB3/FIBR3/KLBN11).


Bancos: sem novidades para o setor.
Viés baixa, com pouca mudança do cenário e confirmações de Bolsonaro de que não privatizaria BB e nem CEF e outros setores mais estratégicos para o governo. (ITUB4/BBDC4).

Pão de Açúcar (PCAR4) varejista divulgou bom números de vendas para o 3T18, com +12% de incremento nas Vendas e com forte contribuição da bandeira Assaí, +25,2%. Viés de alta

Gol (GOLL4) e Smiles (SMLS3) a operadora de fidelidade divulgou nota sobre reorganização societária.

A Gol pretende migrar para o Novo Mercado o que é positivo em termos de governança. Viés de alta

 

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Ricardo Walendorff declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar