As últimas atualizações da manhã pela Upside Investor.

Day Triggers

Ações e Informações para você investir

A Cara da Manhã

Economia Internacional

 

Escrito por:

Gabriel Cavaretto, Ricardo Walendorff e Shin Lai

Importante lembrar aos investidores que os mercados são voláteis e que nem sempre se movimentam conforme os fundamentos econômicos

Ásia

Na China, tivemos a divulgação do IPC de outubro, com variação mensal de +0,2% (expectativa de +0,2%) e anual de +2,5% (expectativa de +2,5%). Ainda foi divulgado o IPP de outubro, com variação anual de +3,3% (expectativa de +3,3%). Incrivelmente tudo dentro do esperado.

Com pouca novidade interna nos mercados asiáticos e expectativa criada de novo aumento dos juros dos EUA em dezembro (quarto aumento do ano), mercados fecharam o último dia da semana no vermelho, com Xangai em -1,39%, Tóquio em -1,05% e Hong Kong em -2,39%.

Europa

Mercados europeus abriram o dia como o fechamento asiático, no vermelho, com Londres em -0,57%, Paris em -0,6% e Frankfurt em -0,33%. Além de movimentações internas e respostas às declarações do Fed de ontem, ainda há uma grande tensão com relação ao orçamento italiano, que após as projeções da UE (menor crescimento em 2019 e 2020) indicando aumento constante déficit, indo para 2,9% em 2019 e 3,1% em 2020.

Durante a produção deste relatório, a movimentação das três principais bolsas europeias se mantinha no negativo, com Paris e Frankfurt piorando, enquanto Londres apresentava algum recuperação.

Dia importante para o R. Unido. Neste final de manhã europeia, foram divulgadas as prévias de Investimentos das Empresas do terceiro trimestre, com a variação trimestral sendo de -1,2% (expectativa de +0,2%) e anual de -1,9%. Também tivemos a prévia do PIB (3º trimestre), com variação trimestral de +0,6% (expectativa de +0,6%), e o PIB oficial, no anual de +1,5% (expectativa de +1,5%) e mensal de +0,0% (expectativa de +0,1%).

Justificando esse PIB, tivemos a variação da Produção Industrial (set), com anual em +0% (expectativa de +0,4%) e mensal de +0% (expectativa de -0,1%). Já a Produção Industrial não extrativa e s/ serv. públicos (set) foi de +0,2% (expectativa de +0,1%). O Índice do Setor de Serviços subiu +0,4% (expectativa de +0,5%).

Ainda nos resultados britânicos, foi divulgado o saldo da Balança Comercial de setembro, fechando com -9,73 bilhões (expectativa de piorar para -11,4 bilhões), enquanto a Balança de fora da UE foi de -2,34 bilhões (expectativa de -3,9 bilhões).

Economia nos EUA

Ontem o Fed decidiu por manter a taxa de juros do país em 2,25%, algo já esperado pelos investidores e portanto, não afetou o mercado. Havia a expectativa de uma parte dos analistas do Fed interpretar que a situação mundial estar mais complicada, e com isso, adiaria o ajuste, mas não parece ser a visão da autoridade monetária, justificando que a economia está crescendo fortemente, destaque para nível de desemprego atingindo valores históricos,  e que não teria problema em subir os juros para aumentar o controle inflacionário. Agora os investidores já se preparam para uma possível alta de dezembro.

Espera-se para as 10:30, o resultado do IPP de outubro, com expectativa de +0,3% para o mensal e de +2,5% para o anual, enquanto que para o núcleo se espera +0,2% para o mensal e +2,3% para o anual. Ao meio dia, será divulgada a prévia da Confiança do Consumidor (Michigan) para novembro, com expectativa de redução para 88,6. Outro índice ligada à confiança das pessoas é a prévia do Índice de Percepção do Consumidor (Michigan) para novembro, com expectativa de redução para 98,0.

Para os resultados de hoje, temos em destaque apenas Potbelly e Enviva, em um dia de menor relevância dos resultados.

Futuros operavam em baixa as 7:45h de hoje, com Nasdaq -0,57%, Dow Jones -0,30% e S&P -0,40%.

Treasuries e VIX nos EUA – 7:45

Treasuries operavam em baixa, com -0,54% para 2 anos, e -0,75% para 10 anos (3,208). Enquanto isso, o Vix futuro estava em +2,36% e CBOE vix em +2,20%.

Pela movimentação negativa dos futuros e dos yield, enquanto os indicadores volatilidade (vix) operavam em alta, cenário de abertura da bolsa norte-americana tenso, com todos as três indicando baixa inicial.

 

Economia Nacional

Com o aumento da aversão ao risco dos estrangeiros, muito dinheiro externo tem saída da bolsa brasileira. Além da tensão global que faz com que grandes fundos busquem alternativas mais seguras, a mensagem do Fed na quinta-feira só reforçou a ideia de mais altas futuras no juros dos EUA, mediante a uma economia que cresce fortemente.

Dentre os resultados trimestrais agendados para hoje, destacamos: Alpargatas, Cesp, Eletropaulo, Ferbasa, Forjas Taurus e Kroton.

Política Nacional

Política nacional

A nova ministra da Agricultura de Bolsonaro, Teresa Cristina (DEM-MS) entrou em defesa da lei de “modernização” de pesticidas no Brasil. Resumidamente, o projeto de lei já existente e com dificuldades de ser aprovado, faria com que pesticidas aprovados no exterior (em países de referência) fossem aprovados temporariamente no Brasil. Segunda a futura ministra, com a lei o Brasil conseguiria competir de igual para igual com produtores internacionais e que isso não significaria mais danos ao meio ambiente e a saúde humana, considerando que os ministérios da Saúde e do Meio Ambiente continuarão a monitorar os agrotóxicos, como sempre ocorreu no Brasil.

--

Ontem o Senado aprovou o MP Rota 2030, que tem como as principais propostas a redução de impostos (IPI, IR e CSLL) para as indústrias automotivas que produzem seus carros no país e que investem pelo menos 5 bilhões de reais ao ano em pesquisa e desenvolvimento. A decisão impactará apenas o orçamento de 2019 para frente, não ocorrendo a renúncia de receita neste ano. Há riscos da OMC ir contra a MP, pois a mesma segue linhas de críticas da organização (estímulo apenas para produtores internos)

Recomendações Diárias Fundamentalistas

Recomendações fundamentalista

O Ibovespa futuro sinaliza que teremos um pregão de QUEDA -1%, pesam também a queda em commodities como petróleo -1,50% na cotação do Brent, que impacta uma das principais ações do índice que é Petrobras

O índice deve seguir a tendência dos EUA, indicada pelo S&P500 Futuros de -0,66%

DJ Commodities em -0,41% as 7:45

Petróleo:

ANP aprovou na quinta-feira o pagamento à Petrobras de 1,04 bilhões de reais referentes aos subsídios sobre o diesel realizados no mês de agosto.

Futuros do petróleo caíram durante sessão asiática.

Brent em -0,75% e WTI em -0,84% as 7:45 desta manhã.

Na Europa (7:49) temos BP em -1,03%, Shell em -0,72% e fechamento de Petrochina com -1,7%.

Viés de baixa, pela queda generalizada no exterior e sem fatores internos para reverter esta movimentação (PETR4).

Minério:

Minério de ferro fechou a 515,00 na China, com variação de +1,18%.

Após queda de +0,77% no pregão de ontem, o valor do dólar fechou a R$7,76, e hoje as 7:45 também estava neste preço, com alta de +0,01%.

Na Europa (bolsa de Londres), Anglo American com -3,72%, Rio Tinto em -2,27% e BHP em -3,21%, as 7:50.

Viés de baixa, com setor externo bem negativo e pouca mudança interna (VALE3/BRAP4).

Siderurgia:

Segunda Reuters, a CNS estaria negociando com montadoras de veículos um reajuste de 27,5% no preço de aço, para começar no início de 2019. Em uma conferência, o diretor comercial da companhia informou que os reajustes com as primeiras montadoras estão próximos a serem concluídos.

Em Londres, ArcelorMittal em -2,57% (7:51). Na Ásia, tivemos o fechamento de Nippon Steel com -0,88%, Hesteel -1,3% e Baoshan -1,19%.

Viés baixa, pela movimentação externa bem negativa, com exceção de CSN CSNA3 que pode apresentar um viés mais positivo (GGBR4/USIM5).

Paper e Pulp:

Após queda de +0,77% no pregão de ontem, o valor do dólar fechou a R$7,76, e hoje as 7:45 também estava neste preço, com alta de +0,01%.

Pulp & Paper Index Price fechou o dia com leve baixa de +0,71%, atingindo 594,43.

Dos principais pares, o japonês Oji Paper fechou em +1,2%, enquanto os pares europeus Stora Enso estava em -1,89% e UPM em -1,98%, as 7:43.

Para hoje, acreditamos no viés de alta moderada, mesmo com movimentação dúbia externa, acreditando em retomada de preços em momentos tensos para a bolsa nacional (SUZB3/FIBR3/KLBN11).

Bancos:

Viés queda, pela movimentação de baixa generalizada nas bolsas mundiais e poucos possibilidade de fatores internos trazerem recuperação (BBAS3/ITUB4/BBDC4).

Extra 1: JBSS3 – A JBS fechou um acordo bilionário com o chinês Alibaba Group (empresa global de e-commerce) para a venda de proteína animal (de bovinos, suínos e aves) na China. O valor de negócios pode chegar a 1,5 bilhão de dólares em três anos, tornando-se assim o maior negócio para o setor já realizado entre Brasil e China. Expectativas de alta para as ações.

RAPT4 – A Randon Participações apresentou seus resultados trimestrais. Na comparação anual, a Receita Líquida cresceu 43,45%, a Dívida Líquida subiu 67,67%, o PL se expandiu em +3,95%, e fechou com um Lucro Líquido 49,34% maior que o do ano passado (57,47 milhões). Viés de alta.

CVC (CVCB3) Receita Líquida +10,8%, R$ 415 mi.
EBITDA Ajustado +13,4%, R$ 205 mi.Lucro Líquido Ajustado +27,0%, R$ 93 mi. Viés de alta

JSL (JSLG3) Receita Líquida de R$2,1 bilhões no 3T18, um aumento de 10,5%, EBITDA de R$420 milhões, 34,4% superior ao 3T17, com Margem EBITDA 24,9%. Lucro Líquido de R$ 54 mi +9,3% vs 3T17. Viés de alta

Tegma (TGMA3) O EBITDA ajustado do 3T18 foi de R$ 57,8 milhões, superior ao EBITDA ajustado do mesmo período do ano anterior. O retorno sobre o capital investido da Tegma em 3T18 foi de 33,6%. Viés de alta

Cyrela (CYRE3) apesar do crescimento na receita líquida em R$ 725 mi, alta de +21%. Houve prejuízo líquido de R$ 121 mi. Viés de baixa

Iochpe (MYPK3) Receita Líquida se expandiu +36% vs 3T17, R$ 2,6 bi. EBITDA ajustado foi de +42%, R$ 311 mi. Lucro Líquido foi +425%, revertendo o prejuízo de R$ 28 mi, R$ 93,4 mi. Viés de alta

 

O calendário segue a divulgação da Bmf Bovespa, podendo as empresas divulgar seus dados com antecedência

Interaja conosco: opiniões, comentários, sugestões, sempre são bem vindos!

Email: global@upsideinvestor.com

Copyright by Upside Investor 2016.

Todos os direitos reservados.

Disclaimer

Este relatório foi preparado pela Upside Investor e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e/ou projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé.

Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Upside Investor.

(*) Conforme o artigo 16, parágrafo único, da ICVM 483, declaro ser inteiramente responsável pelas informações e afirmações contidas neste relatório de análise. Declaração do(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento), nos termos do art. 17 da ICVM 483. O(s) analista(s) de valores mobiliários (de investimento) envolvido(s) na elaboração deste relatório Ricardo Walendorff declara(m) que as recomendações contidas neste refletem  exclusivamente sua(s) opinião(ões) pessoal(is) sobre as companhias citadas e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma

Upside Investor

Email:

upside@upsideinvestor.com

Website:

www.upsideinvestor.com

Rua Dona Antônia de Queirós, 549/2

Tel: (11)-4117-2998

Você recebeu este email porque você assinou nossa newsletter, visitou nosso site ou adquiriu nossos relatórios.

Descadastrar